publicidade

Prémios M&P. Lidl é marca do ano

Lisboa, 03/10/2019 -Premios Meios & Publicidade .

(João Silva / Global Imagens )
Lisboa, 03/10/2019 -Premios Meios & Publicidade . (João Silva / Global Imagens )

Os 30 vencedores dos prémios M&P foram conhecidos na quinta-feira, no Altice Arena

O Lidl foi premiado Marca do Ano na edição deste ano dos prémios Meios & Publicidade. Os vencedores dos prémios do jornal de especialidade foram entregues na quinta-feira, no Altice Arena, tendo ainda sido eleitos Manuela Botelho (APAN) como Personalidade de Marketing, Francisco Pedro Balsemão (Impresa) como Personalidade de Media e Tomás Froes (Partners) como Personalidade de Publicidade.

O Dinheiro Vivo, Jornal de Notícias, O Jogo e Men’s Health eram as marcas do Global Media Group nomeadas para os prémios.

O Lidl foi a Marca do Ano, depois de há um ano ter sido o Turismo de Portugal a organização distinguida nos prémios do jornal especializado.

No Altice Arena, onde reuniu o mercado português de comunicação, Tomás Froes deixou um alerta. “A criatividade portuguesa não está na moda. Precisa de acompanhar esta onda gigante, como a da Nazaré, do país”, disse o publicitário incentivando a publicidade made in Portugal a acompanhar os exemplos positivos do turismo, do futebol nacional e dos criativos portugueses que no mercado externo ganham Leões em Cannes. O publicitário viu ainda a Partners, da qual é um dos sócios, ganhar o prémio de Agência de Publicidade do Ano.

“Não vamos dormir à sombra da bananeira, vamos por o pé no acelerador”, disse Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa, reconhecido com o prémio Personalidade de Media. O gestor destacou o bom momento de audiências da SIC, numa noite em que a SIC e a SIC Notícias levaram para casa o prémio de melhores canais Generalista e de Informação.

Foram alguns dos 30 distinguidos nas categorias de Media, Marketing e Publicidade, Personalidades do Ano e Marca do Ano, na 17ª edição dos prémios M&P que este ano estreou várias categorias. A Eleven Sports ganhou na nova categoria de desporto, já o Netflix na de Streaming e a Time Out na de Lazer & Lifesyle.

O canal Fox que ganhou no Entretenimento, o Disney Channel no Infantil, a Plural Entertainment foi a Produtora de Televisão escolhida.

A Comercial foi, mais uma vez, eleita na categoria de Rádio. O prémio Lançamento do Ano foi para um projeto radiofónico: a Rádio Observador. O projeto, anunciou José Manuel Fernandes, está “por dias” para começar a emitir no Porto.

O Observador voltou a repetir a vitória do ano passado ao vencer na categoria Publicação Generalista; a Visão em Newsmagazines; o Jornal de Negócios em Informação Económica; a Máxima nos títulos Femininos; a GQ nos títulos Masculinos; a Bola nos Desportivos; a Turbo na área Automóvel; a Caras em Sociedade e a TV Guia em Televisão.

No mundo criativo do Marketing e da Publicidade, foram atribuídos prémios de Agência de Meios à Wavemaker; Produtora de Publicidade à Garage, de empresa de Outdoor à JC Decaux; Agência de Design à Solid Dogma; Agência de Comunicação à Hill+Knowlton Strategies; e Agência de Eventos e Ativação à Desafio Global.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, Portugal 2

Endividamento das famílias atinge máximo de três anos

(Carlos Santos/Global Imagens)

TDT. Anacom arranca com call center em novembro para teste piloto

Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

Lucros da Galp afundam 59% nos primeiros nove meses do ano

Outros conteúdos GMG
Prémios M&P. Lidl é marca do ano