publicidade

Santa Casa já escolheu agências que vão gerir conta de 24 milhões

Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens
Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens

Os resultados preliminares do júri do concurso são já conhecidos. Três agências foram escolhidas de quase uma dezena a concurso.

A Santa Casa da Misericórdia já escolheu as três agências que, nos próximos três anos, vão estar à frente da criatividade das campanhas dos jogos e institucionais da marca: Wunderman Thompson (antiga JWT), a BAR Ogilvy e a Nossa foram as melhores classificadas nos resultados preliminares do júri do concurso, apurou o Dinheiro Vivo. Em causa está uma conta de 8 milhões de euros/ano, perfazendo um total de 24 milhões durante os anos três anos de vigência do contrato, de acordo com o valor base do concurso lançado em dezembro. Uma subida de 33,3% face aos 18 milhões do anterior concurso.

A Santa Casa não comenta. “O processo ainda não está concluído e, por isso, a Santa Casa não avança, para já, qualquer informação sobre o mesmo”, diz apenas fonte oficial quando contactada pelo Dinheiro Vivo.

Quem faz o quê?

Mas de acordo com a informação recolhida pelo Dinheiro Vivo, a Wunderman Thompson (Lote 1), BAR Ogilvy (Lote2), Nossa (Lote 3) foram as vencedoras nos lotes respetivos. A conta dos jogos Santa Casa era até aqui trabalhada pela Fuel, agência do grupo Havas.

A manter-se esta decisão preliminar do júri do concurso, a Wunderman Thompson ficará responsável pela criatividade das campanhas do Euromilhões, 1Milhão, Totoloto e de um novo jogo, que poderá ser a Lotaria do Património, medida inscrita no Orçamento de Estado 2020. Já a BarOgilvy ficará com a responsabilidade dos jogos Placard, Totobola, apostas hípicas, Lotaria Clássica e Popular, enquanto a Nossa irá assegurar a criatividade das campanhas institucionais das marcas e serviços Santa Casa e da marca Jogos Santa Casa.

O valor da conta Santa Casa torna os concursos de publicidade da marca altamente concorridos. Este último não foi exeção. Os nomes variavam por cada lote, mas de acordo com a informação recolhida, além das empresas vencedores e da incumbente (Fuel/Havas), participaram no concurso a BBDO, McCann, a Partners e a Young&Rubican (agora VMLYR).

O valor do concurso, 24 milhões de euros por um contrato de três, representa uma subida de 33,3% face aos 18 milhões do anterior concurso. Uma evolução que a Santa Casa justificou em janeiro, quando contactada pelo Dinheiro Vivo, com lançamento de novos jogos, como as apostas hípicas, previstos para este ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

Ramiro Sequeira TAP

Novo CEO da TAP diz ser vital ter “bom senso e calma” para tomar decisões

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

Santa Casa já escolheu agências que vão gerir conta de 24 milhões