Patrocínio

Seleção Nacional de Futebol com ‘energia’ Galp até 2024

Leva Portugal a Peito, campanha da Galp para o Mundial na Rússia
Leva Portugal a Peito, campanha da Galp para o Mundial na Rússia

Galp assinala este ano 20 anos como patrocinador da Seleção Nacional de Futebol

A Galp fechou um novo acordo de patrocínio com a Seleção Nacional de Futebol até 2024, confirmou fonte oficial da companhia ao Dinheiro Vivo. O anterior acordo que ligava a empresa de energia à equipa das Quinas tinha terminado no Mundial da Rússia.

“Foi fechado um acordo de patrocínio com a Seleção, um apoio que se prolonga há precisamente vinte anos”, o contrato “abrange um período mais alargado até junho de 2024”, refere fonte oficial da empresa.

A companhia vinha a negociar a renovação do contrato de patrocínio, com o objetivo de o mesmo ser fechado antes dos jogos da Liga das Nações, que vão decorrer em junho. Chega o ano em que a Galp assinala 20 anos como patrocinador da Seleção Nacional. “A marca Galp celebrou no ano passado os seus 40 anos de existência e a parceria com a Seleção Nacional foi determinante para a consolidação da identidade da marca ao longo dos últimos vinte anos, ou seja, acompanhou toda a “idade adulta” da marca”, comenta fonte oficial sobre os objetivos desta renovação.

“A sintonia entre os valores da Galp e os valores da Seleção Nacional é a principal âncora desta parceria, onde o espírito de conquista e de equipa se cruzam com empenho, mérito e superação. E a verdade é que muitos dos momentos mais marcantes da comunicação da Galp estão associados a esta parceria, como são os exemplos da campanha dos “Menos Ais,” das icónicas vuvuzelas e de inúmeros momentos inesquecíveis de humor ou de emoção bem característicos das grandes celebrações”, diz ainda.

“É uma parceria bem sucedida a todos os níveis para as várias partes: para a Galp, naturalmente, pela visibilidade e poder mobilizador associado à Seleção Nacional; para a própria Seleção, pelas condições para o desenvolvimento de um projeto estruturado de longo prazo com resultados visíveis no plano desportivo; e para todos os adeptos, pela mobilização e participação ativa em família na festa do futebol”, argumenta.

A companhia não revela as atividades de comunicação previstas para assinalar o 20º ano de ligação da marca à Seleção. “O fator surpresa é um elemento fundamental para o impacto deste género de iniciativas, pelo que vamos manter por ora o “suspense”!…”, diz apenas fonte oficial.

“Como sempre tem acontecido com todas as campanhas da Galp, teremos em consideração as principais preocupações da atualidade. Em concreto daremos eco à promoção de comportamentos mais eficientes na utilização da energia, sobretudo no que se refere à mobilidade. E não nos limitaremos à comunicação. Vamos igualmente disponibilizar soluções suportadas na inovação e na tecnologia que permita a todos iniciar este processo de mudança, de forma simples, intuitiva e responsável”, diz a mesma fonte sobre as ativações que deverão ser desenvolvidas para dar visibilidade a este patrocínio.

A Galp garantiu assim a sua manutenção no lote de patrocinadores da Seleção, onde se encontram marcas como a Sagres, Altice, BPI ou a Nike.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Visita de Angela Merkel à Bosch, em Braga. A chanceler alemã foi
acompanhada pelo primeiro-ministro, António Costa.
Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

O país aguenta uma nova crise? Agências de rating divididas

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Fotografia: Gleb Garanich/ Reuters.

Greve: Ryanair diz que não houve cancelamento de voos esta manhã

Outros conteúdos GMG
Seleção Nacional de Futebol com ‘energia’ Galp até 2024