SIC lidera em mês de Euro 2020 com melhor resultado do ano

A análise de audiências de TV da agência de meios Universal McCann, que integra o grupo Mediabrands, revela que em junho, o consumo televisivo se manteve estável.

No ranking de canais, destaque para os generalistas que conquistaram telespectadores, devido à transmissão de vários jogos dedicados ao EURO 2020. A SIC voltou a ser líder , já que registou uma quota de share de 20.4%, mais 0.2 p.p. face a maio. Com este resultado, a estação de Paço de Arcos atingiu o melhor resultado do ano. A TVI beneficiou da transmissão de vários jogos do Euro 2020, incluindo duas partidas da Seleção Nacional, o que alavancou as audiências do canal que terminou o mês com um share de 17.3%, mais 0.1 p.p. versus maio.

A RTP1 também conseguiu aumentar o seu share em mais 0.4p.p., alcançando 11.8%. Para além dos jogos do Euro 2020, o canal emitiu a final do Europeu de sub-21, que foi um dos programas mais vistos do mês, permitindo que a estação de televisão pública também registasse o melhor resultado do ano.

Olhando para o conjunto dos canais Pay TV, de referir que este universo recuou em share de audiências em menos 0.7 pontos percentuais, caindo para os 34.8%. CMTV (4.5%), SIC Notícias (2.1%) e Hollywood (1.9%) destacaram-se entre os mais vistos, num mês em que os canais de informação cresceram em audiências, fruto da emissão de vários programas especiais dedicados ao EURO 2020.

Nota: Tabelas ordenada por Audiência Média ("000)

Num mês no qual as atenções se viraram para o Euro 2020, os jogos da Seleção Nacional evidenciaram-se entre os programas mais vistos do mês. A partida que ditou o afastamento da Equipa das Quinas foi o programa mais visto dos últimos anos, ao ter registado uma audiência média de mais de 3.8 milhões de telespectadores e um share de 69.9%. 3.4 milhões viram o empate a duas bolas contra a França e 2.7 milhões a derrota por 2-4 frente à Alemanha. Na 4.ª posição ficou o jogo de estreia da Seleção Nacional, que contou com uma audiência média de 2.3 milhões de telespectadores. A final do Campeonato da Europa de Sub-21 fechou o top 5 dos mais vistos. A derrota da Seleção Nacional contra os sub-21 alemães foi visionada, em média, por cerca de 2.2 milhões de portugueses.

Em junho não houve só futebol. Descartando os eventos desportivos, o destaque do mês foi para a "All Together Now: A Final - Primeiros Duelos". Este programa contou com uma audiência média de cerca de 1.6 milhões de telespectadores e um share de 31.1%, beneficiando da emissão anterior - o jogo Bélgica x Portugal a contar para os oitavos de final do Euro 2020. "Hell"s Kitchen - A Prova de Fogo - Final" e "Quem Quer Namorar com o Agricultor? IV - Os Desafios" completam o top dos mais vistos.

Entre os canais de séries, a Fox manteve-se como o canal mais visto da tipologia. Com um share de 1.3%, o canal estreou a série "Deception" que se destacou como a mais vista do mês. Fox Life, com 1%, e AXN, com 0.6% fecharam o top dos canais de séries mais vistos em junho.

Nota: Tabela ordenada por Audiência Média ("000). Análise Universal McCann/ MB Insight sobre dados CAEM/Gfk reproduzidos em MMW-Telereport; Alvo: Universo; Base: Total TV; Tipologia de audiência: Total Dia. Outros - Visionamento residual de canais não auditados e outras utilizações do televisor (inclui streaming e consolas).

RUBRICA MENSAL DV: ANÁLISE AUDIÊNCIAS TV | JUNHO 2021

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de