Strat apresenta lista de credores de 4,4 milhões de euros

A Strat Comunicação e Tecnologia, empresa do grupo Strat, deve 4,4 milhões de euros a 110 credores. BCP, Santander, Montepio e Novo Banco estão entre os principais credores, lista liderada por uma empresa do grupo: a Parceiros de Comunicação.

Só a agência de comunicação tem a receber mais de um milhão, segundo os dados da lista apresentada pela Strat no âmbito do Processo Especial de Revitalização (PER), tal como noticiou em abril o Dinheiro Vivo.

"Vamos iniciar o processo de negociação", diz Nuno Passô, administrador do grupo Strat em declarações ao Dinheiro Vivo. O responsável desvaloriza o valor em dívida da empresa, lembrando que a empresa tem ativos e clientes que geram negócio para a companhia.

"Temos EBITDA e capacidade para ter o negócio em funcionamento", reforça. O PER vai permitir a empresa, que atravessa um processo de reestruturação, enfrentar as dificuldades de tesouraria, diz, não considerando que o valor em dívida junto a mais de 100 credores significa que a companhia não seja recuperável.

O maior credor é a Parceiros de Comunicação, empresa que também pertence ao grupo Strat e que, em conjunto com os bancos, reúnem os dois terços necessários para aprovar o plano de recuperação. A Parceiros tem a receber cerca de 1,1 milhões de euros, 24,4% do total de dívidas. Crédito a receber após um empréstimo para gestão de tesouraria feito pela empresa liderada por João Gabriel e por Filipa Trigo, que também está em PER, com uma lista de dívidas de 2,8 milhões de euros a 157 credores, segundo o Jornal de Negócios de 27 de maio.

Os quatro bancos na lista de credores reclamam 1,85 milhões de euros, cerca de 42,2% das dívidas que têm a receber. O BCP é a instituição financeira que tem mais dinheiro a receber da Strat Comunicação e Tecnologia, 815,8 mil euros. O Santander Totta vem logo atrás, com 650,1 mil euros. Montepio e Novo Banco têm a receber, cada um, cerca de 200 mil euros. O Estado também está na lista de credores. A Strat Comunicação e Tecnologia deve 293 mil euros à Segurança Social e 61 mil euros à Autoridade Tributária.

Strat e Parceiros de Comunicação são duas empresas do Grupo Strat, grupo nacional há cerca de 20 anos no mercado. O grupo tem vindo a reduzir a sua dimensão, com a saída de clientes relevantes na área da publicidade como a Super Bock (cuja conta transitou para a Havas Worldwide) ou CTT. Perdas que não terão sido compensadas com a chegada de novas contas, como os cafés Sical e Boundi (da Nestlé), a Optivisão ou a Água do Castello.

No ranking da MediaMonitor, até abril a Strat Comunicações e Tecnologia ocupa a 42ª posição, com um investimento de 3,6 milhões a preços de tabela (sem os descontos praticados pelos media).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de