Vodafone marca "Compasso" no 5G. E reimagina os concertos ao vivo

Depois da Altice - que também está a participar no leilão - a Vodafone é a segunda operadora a arrancar em 2021 com uma campanha a posicionar a companhia na corrida 5G.

Conduzir um concerto de música clássica, com a maestrina no meio da serra é possível? A resposta é sim com o 5G, responde a Vodafone. A operadora arrancou este sábado com a primeira campanha a pensar na quinta geração móvel, num momento em que ainda decorre o leilão, no qual está a participar.

"Para a Vodafone, o 5G é mais do que a evolução da rede móvel 4G. É mais do que a tecnologia per si. É aquilo que verdadeiramente impacta na vida das pessoas. Com esta campanha, convidamos os portugueses a carregar no botão de recomeçar e olhar para o futuro com realismo, mas também com alguma dose de otimismo. Apesar de todas as adversidades, sabemos que vamos conseguir construir um mundo melhor depois da pandemia e a Vodafone estará ao lado dos seus clientes para os ajudar a reimaginar a saúde, os negócios, a educação, o planeta, a cultura ou, até, as causas sociais. No fundo, tudo aquilo que é importante na nossa vida individual e coletiva", afirma Leonor Dias, diretora de Marca da Vodafone Portugal.

A campanha, com criatividade da Wunderman Thompson Portugal, tem como protagonista Joana Carneiro, desde 2014 a maestrina da Orquestra Sinfónica Portuguesa. Em plena serra de Sintra, a maestria conduz à distância e em tempo real a orquestra na interpretação do segundo andamento da 9.ª Sinfonia de Beethoven. No fim, percebe-se que está na sala através de um holograma.

Uma das possibilidades potenciais do 5G, tecnologia que promete elevadas velocidades e a baixa latência, permitindo reinventar a forma como experienciamos espetáculos ao vivo - um dos setores encerrados pela pandemia - ou trabalharmos em mobilidade de zonas mais isoladas, potenciando ainda a criação de novos serviços e aplicações.

A Vodafone é uma das operadoras que está a participar no leilão do 5G, cuja licitação principal decorre desde meados de janeiro, estando prevista a atribuição de licenças ainda durante o primeiro trimestre deste ano. A expectativa é que seja feita lançamento comercial de oferta ainda este ano.

Depois da Altice - que também está a participar no leilão - a Vodafone é a segunda operadora a arrancar em 2021 com uma campanha a posicionar a companhia na corrida 5G, agora sob o mote de "É o que fazemos em sintonia que muda o compasso do mundo".

Compasso tem produção da Krypton Films, realização de Augusto Fraga, direção de fotografia de Roman de Bujo e acompanhamento da Film Brokers. A campanha terá presença em televisão, exterior e nos vários meios digitais, numa estratégia de planeamento a cargo da Carat.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de