Juros da dívida sobem a dois, a cinco e a 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir a dois, a cinco e a 10 anos em relação a sexta-feira, alinhados com os de Itália.

Dinheiro Vivo/Lusa
An aerial view shows the Terreiro do Paco in Lisbon on January 22, 2021. - Portuguese voters will head to the polls to choose a president in two days, with the dramatic context of a coronavirus lockdown creating more headlines than the expected re-election of incumbent Marcelo Rebelo de Sousa. (Photo by CARLOS COSTA / AFP) © AFP

Às 08:30 em Lisboa, os juros a 10 anos avançavam para 0,364%, contra 0,350% na sexta-feira, depois de terem terminado em terreno negativo nas sessões de 08, 11 e 15 de janeiro, contra o atual mínimo de sempre, de -0,059%, verificado em 15 de dezembro de 2020.

Os juros a 10 anos também estiveram em terreno negativo entre 08 e 16 de dezembro do ano passado.

No mesmo sentido, os juros a cinco anos subiam para -0,404%, contra -0,409% na sexta-feira, depois de terem recuado para o atual mínimo de sempre, de -0,506%, em 15 de dezembro de 2020.

Os juros a dois anos também avançavam, para -0,809%, contra -0,813% na sexta-feira, um novo mínimo de sempre.

Os juros da Grécia desciam em todos os prazos, enquanto os de Espanha baixavam nos dois prazos mais curtos e subiam no mais longo.

Os juros da Irlanda recuavam a dois anos e avançavam a cinco e a 10 anos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 08:30:

2 anos...5 anos...10 anos

Portugal

29/11......-0,809...-0,404......0,364

26/11......-0,813...-0,409......0,350

Grécia

29/11......-0,329....0,396......1,281

26/11......-0,320....0,398......1,282

Irlanda

29/11......-0,660...-0,484......0,169

26/11......-0,659...-0,496......0,159

Itália

29/11......-0,261....0,201......0,986

26/11......-0,268....0,188......0,972

Espanha

29/11......-0,692...-0,311......0,434

26/11......-0,691...-0,310......0,426

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG