Carlos Ghosn demitido e acusado de ter demasiado poder

Nissan_CEO_Carlos_Ghosn_a-a144898ba7f2521fb137f8143d4612e42d479e5d

Carlos Ghosn foi substituído na liderança da Nissan, e o CEO da marca veio afirmar que o anterior Presidente detinha demasiado poder na empresa Numa declaração para os funcionários da empresa relativamente ao escândalo causado pelo anterior Presidente, o CEO da Nissan, Hiroto Saikawa, veio afirmar que o poder dentro da marca estava demasiado concentrado numa só pessoa. Esta afirmação veio ajudar a explicar o que ele considera tratar-se de uma configuração descompensada dentro da Aliança Nissan-Renault-Mitsubishi, em que Carlos Ghosn, detido na última semana por fraude e apropriação de fundos, ocupava os cargos de Presidente das três marcas e […]

Ler mais em www.motor24.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
Carlos Ghosn demitido e acusado de ter demasiado poder