Tudo parado. Estes foram os maiores engarrafamentos da história

Centenas de quilómetros de filas, dias, noites e semanas inteiras no para-arranca e atolados na neve até ao tejadilho, estes foram os congestionamentos mais caóticos da história.

De acordo com a mais recente edição do relatório de trânsito, o TomTom Traffic Index, referente ao ano de 2020, o Porto tornou-se na cidade mais congestionada da Península Ibérica. Na cidade Invicta, os condutores perderam um total de 29 minutos por dia parados em filas de trânsito (4 dias e 14 horas no ano). Parece muito, mas não quando comparado com os números absurdos que resumem aqueles que foram os engarrafamentos mais caóticos e demorados de que há registo.

No topo de lista está o ocorrido em 2010, na cidade de Pequim, na China, com relatos de mais de um mês e meio de paragens constantes, noite e dia. Está classificado como o pior engarrafamento da história, com centenas de milhares de chineses presos nas autoestradas China National Highway 110 (G110) e na Beijing-Tibet expressway (G6), em filas de mais de 100 quilómetros de comprimento. De acordo com as autoridades locais, alguns condutores terão precisado de cinco dias para sair da zona congestionada, sendo que nos troços complicados demorou-se quase um dia para percorrer um quilómetro de autoestrada. As temperaturas elevadas de agosto, a escassez de comida, água e combustível criou inclusivamente uma economia paralela, com vendedores ambulantes a vender bens essenciais na berma da estrada por preços muitíssimo inflacionados.

Berlim, Alemanha (1990)

Na primavera de 1990, durante o processo de unificação, os controlos fronteiriços ainda faziam parte da rotina dos milhões de alemães que, após a queda do Muro de Berlim em 1989, visitavam a outra parte do país. Na Semana Santa, a circulação média de automóveis aumentou 16 vezes, juntando 18 milhões de pessoas na mesma estrada, em ambos os sentidos. Filas de 50 quilómetros eram uma constante.

Woodstock, Nova Iorque (1969)

Em agosto de 1969, a pequena povoação de Bethel, a norte de Nova Iorque esperava a visita de 50.000 entusiastas, mas ao mítico festival de Woodstock naquele ano acorreram... 500.000! Resultado: a New York State Thruway parou totalmente durante quase uma semana, agravado pelo facto de muitos condutores terem decidido abandonar os seus veículos na estrada para seguirem caminho a pé. A única solução para muitos dos artistas em cartaz foi mesmo o transporte por helicóptero.

Paris, França (1980)

Uma gigantesca fila de trânsito com 175 quilómetros de extensão foi o que encontraram muitos do que regressavam das férias de inverno nos Alpes. Foi o engarrafamento mais longo - em distância - alguma vez registado, agravado pelo muito mau tempo que se abateu sobre aquela região de França.

Para saber mais clique aqui: www.motor24.pt

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de