Opinião

98% de transpiração

Conferência AICEP 2019, na Nova SBE, em Carcavelos.
António Horta Osório(Carlos Costa/Global Imagens)
Conferência AICEP 2019, na Nova SBE, em Carcavelos. António Horta Osório(Carlos Costa/Global Imagens)

O sucesso dá muito trabalho: é 98% de transpiração e 2% de inspiração. Quem pensar o contrário, dificilmente chegará ao topo da montanha.

Chegar ao topo já é difícil, manter-se na liderança é ainda mais. Este é o segundo mês consecutivo em que o Dinheiro Vivo é a marca digital líder em Portugal no segmento económico. Mais uma conquista importante para a marca de informação Dinheiro Vivo, que todos os sábados chega aos leitores através desta plataforma, o papel, e todos os dias através do site e da app.

Este feito não cai do céu, mas nasce do trabalho árduo de uma excelente equipa de redação que todos os dias veste a camisola e se dedica como se não houvesse amanhã, com rigor, brio e entusiasmo. Por isso deixo aqui escrito um agradecimento a todos, a eles e a elas. Acredito que equipas motivadas como esta têm capacidade de ir mais longe e de contagiar positivamente os outros à sua volta, assim estejam abertos à mudança e ao trabalho.

Como defende António Horta Osório, o sucesso dá muito trabalho: é 98% de transpiração e 2% de inspiração. Quem pensar o contrário, dificilmente chegará ao topo da montanha. Ter as ideias não basta, é preciso executar bem, a bom ritmo e de forma consistente, sem complacências, afirmou ontem o CEO do Lloyds Banking Group, na primeira conferência da AICEP, na Nova SBE, em Carcavelos.

O gestor português falava a propósito dos desafios de crescimento de Portugal face a outros mercados concorrentes, como por exemplo a Irlanda. A urgência do crescimento e da competitividade aplica-se tanto ao país como às empresas. Enquanto as organizações não decidirem exatamente para onde querem ir, como, com quem e quando, dificilmente se ganham pontos nesses rankings económicos.
Portugal “vai fechar o ano de 2019 com mais um recorde das exportações”, avança o presidente da AICEP na entrevista desta semana (que pode ler nas páginas 4 e 5). Mais uma subida ao topo da montanha, fruto do esforço e do suor de muitos empresários que perante a crise não baixaram os braços mas, pelo contrário, reergueram-se das cinzas e hoje são premiados por várias instituições. Na vida só não há solução para a morte. Haja vontade e muito trabalho e os resultados aparecem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
98% de transpiração