Opinião

A esperança e as boas notícias

Realizou-se na FIL a 31ª  BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa 2019.
Rosália Amorim na Conferência II Forum de nogócios e investimentos turisticos no espaço CPLP 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )
Realizou-se na FIL a 31ª BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa 2019. Rosália Amorim na Conferência II Forum de nogócios e investimentos turisticos no espaço CPLP ( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Os debates com os países da CPLP ganharam forte protagonismo na edição deste ano da BTL.

A subida do rating da República pela Standard & Poor’s é uma boa notícia, numa altura em que se acumulam dúvidas sobre o crescimento da economia. Apesar dos alertas de arrefecimento global económico, a temperatura mantém-se alta na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que tem tido forte afluência. Os debates com os países da CPLP ganharam forte protagonismo na edição deste ano. Os ministros do Turismo da CPLP reuniram-se, antes do II Fórum de Negócios e Investimentos Turísticos no Espaço CPLP, para lançar a primeira pedra do que poderá vir a ser, finalmente, uma forte parceria no setor. Vale a pena ler o que diz a ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, sobre este tema na página 7 desta edição.

Mais polémica e muito oportuna é a entrevista com Tomás Correia. O debate acerca da sua idoneidade dá o mote para esta conversa, que será publicada em duas partes, hoje a primeira e amanhã a segunda. Pode acompanhar tudo em dinheirovivo.pt e tsf.pt. O presidente da Associação Montepio admite que a lei da idoneidade pode ter sido feita a pensar só nele, o que a tornaria inválida. A mesma pretende “clarificar” a norma que dá à Autoridade de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) a responsabilidade de avaliar a idoneidade das administrações das associações mutualistas – incluindo a dele próprio.

Dinheiro Vivo no pódio! Uma nota final de parabéns à equipa do DV, que está no top dos títulos com maior audiência crossmedia, de acordo com o CrossPress 2018, que cruza audiências do Bareme Imprensa (leitores das edições em papel) e do NetAudience (mede as audiências digitais), dando uma visão completa do número de leitores. No total, o DV tem uma cobertura de 38,6% de audiências, garantindo-lhe a 3.ª posição do total de 20 meios de vários grupos de media (GMG, Cofina, Impala, Sonaecom e Impresa), com presença no papel e com um domínio online próprio, monitorizados. O Jornal de Negócios, além do DV, é o único meio de economia objeto do estudo e surge na 12.ª posição do ranking, com uma audiência crossmedia de 16,2%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Facebook's founder and CEO Mark Zuckerberg reacts as he speaks at the Viva Tech start-up and technology summit in Paris, France, May 24, 2018. REUTERS/Charles Platiau - RC11ABE16B10

Abusos nos dados privados pode custar ao Facebook entre 3 a 5 mil milhões

Foto: Global Imagens

Jovens licenciados portugueses com maior probabilidade de terem salários baixos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa,  intervem durante a sessão solene comemorativa dos 45 anos da Revolução de 25 de Abril na Assembleia da República em Lisboa, 25 de abril de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Presidente da República pede “mais ambição” para resolver problemas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
A esperança e as boas notícias