A grande escolha

Há muito que os problemas estruturais em Portugal estão identificados e são apontados, cá dentro e lá fora, como impedimentos a uma progressão económica sustentada e à verdadeira criação de riqueza no país. E aqui os repetem uma vez mais economistas e banqueiros e empresários, repetindo o pedido já gasto de condições e decisões que permitam alterar o estado das coisas - que sempre acaba por se manter.

Estes dias que vivemos, de profunda crise, abrem uma hipótese, talvez a mais rica de sempre, para que se concretizem essas mudanças que há mais de uma década se dizem urgentes. Entre os apoios que Bruxelas anunciou, a política solidária do BCE, a transformação económica que necessariamente sairá desta crise e as oportunidades da digitalização em curso, há um póquer de ases em jogo. Mas para vencer, há que fazer as apostas certas e no tempo certo. Sem escolha criteriosa de projetos para aplicar os fundos europeus, sem garantias urgentes de que esse dinheiro chegue efetiva e rapidamente à economia real, sem acordos alargados no espetro e no tempo que pacifiquem o enquadramento e o tornem atrativo a investidores, sem planificar e agir já no que respeita à formação e à readaptação dos recursos humanos - das pessoas, das famílias - que vão sofrer o impacto da transformação digital, arriscamo-nos a perder mais uma oportunidade de limpar gorduras e criar um país verdadeiramente sólido e de futuro. E esta pode ser a última entrada para a autoestrada das grandes economias. Arriscamos por isso mais ainda: arriscamos ficar irremediavelmente para trás na equação europeia e global.

É o futuro que está em causa, o nosso futuro, o futuro do país que vamos deixar às próximas gerações.

P.S. Uma palavra aos leitores do Dinheiro Vivo, agora que assumo a direção, para reafirmar o compromisso de sempre seguirmos a realidade, anteciparmos tendências e escrutinarmos factos, dando-lhe a informação séria e a análise sólida que esta marca e a sua equipa sempre garantiram.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de