Adotar a Transformação em Cloud

Embora os CIO "s geralmente compreendam e aceitem que os métodos ágeis de desenvolvimento de software são eficazes, alguns ainda podem estar relutantes em abordar as suas transformações em cloud de forma ágil. Acreditam que uma transformação em cloud é muito complexa para ser considerada "ágil". Mas é preciso colocar a questão: Porque é que as abordagens incrementais, interativas e adaptativas à transformação em cloud são mais propensas a produzir resultados de sucesso mais rapidamente do que os métodos tradicionais de gestão de projetos? Precisamente devido à natureza complexa das iniciativas de transformação em cloud de larga escala?

Suponha que é um CIO prestes a embarcar numa iniciativa de transformação em cloud de larga escala. Poderá começar por classificar os principais resultados de negócio por ordem da sua importância, como o tempo de atuação mais rápido para o mercado, customer experience, redução de custos, maior fiabilidade técnica e maior produtividade dos colaboradores. De seguida, pode definir todos os roadmaps viáveis de transformação em cloud. Assim, é possível avaliar a eficácia de cada uma das estratégias na maximização dos resultados de negócio. Mas, naturalmente que avaliar tais estratégias no que diz respeito aos resultados de negócio exigiria que se fizesse um grande número de pressupostos, estimativas e conclusões, ainda que incertas. Finalmente, poderá tentar selecionar o roadmap que considera que melhor o vai servir no futuro, e que no fim de todas as contas feitas, parece representar a melhor solução de negócio, considerando também o custo de mudança, bem como a ponderação e agregação dos resultados de negócio individuais. No entanto, e em alternativa, pode optar por uma intervenção progressiva, em vez de se concentrar em maximizar o valor total do negócio, pode optar por adaptar a sua jornada de transformação em cloud ao longo do percurso.

Organizações como Complexos Sistemas Sociotérmicos

Para começar a transformação em cloud, é preciso conhecer a organização e analisá-la como um grande sistema sociotécnico. Os sistemas sociotécnicos envolvem interações complexas entre pessoas, tecnologias e ambientes externos. No contexto da transformação em cloud, isto pode incluir uma ampla gama de tecnologias in loco e na cloud, várias tecnologias internas e stakeholders de negócios, parceiros e clientes externos. A conceção de um roadmap de transformação em cloud eficaz, é complexa, pelo facto de os resultados relevantes do negócio poderem ser alcançados por mais do que um meio, bem como pelo facto de vários subsistemas técnicos e sociais não poderem ser considerados isoladamente. Por exemplo, concentrar-se nos aspetos técnicos em detrimento dos sociais é suscetível de conduzir a um resultado pouco otimista. Além disso, os desafios da transformação em cloud mais significativos não são técnicos. Uma estratégia de transformação em cloud que não parte de uma compreensão partilhada de uma organização como um sistema sociotécnico está destinada a falhar.

Evolução do percurso da transformação em cloud

Agora que compreende a organização como um vasto sistema interligado, está na altura de pensar em decretar a sua transformação. Os pioneiros no desenvolvimento de políticas graduais há muito que afirmam que não é possível considerar todas as alternativas possíveis e fatores relevantes antes de tomar a decisão mais acertada. Em vez disso, os decisores devem tentar alcançar o status "satisficing", ou fazer melhorias graduais, adaptando não só a sua abordagem, mas também os seus objetivos a cada iteração. Assim, o seu roadmap de transformação em cloud deve ser visto como algo que quase tem vida, e que não é construído de uma só vez, mas que está em constante evolução.

Uma transformação em cloud ágil minimiza a necessidade de fazer previsões de longo alcance, permitindo-lhe testar e rever previsões regularmente. Espera-se que algumas iniciativas apenas atinjam parcialmente os seus objetivos, enquanto outras poderão produzir consequências não intencionais. Abordagens graduais e iterativas vão permitir aprender com a experiência e adaptar a sua abordagem à medida que progride através do roadmap definido.

Fatores de Sucesso

Mas existem alguns passos práticos possíveis no processo de transformação de uma organização. Embora as transformações ágeis em cloud não sejam fáceis, há formas de simplificar o processo.

· Think big. Como referido em cima, em primeiro lugar, é necessário definir uma visão ousada que conjugue a tecnologia e estratégia de negócio. De acordo com o estudo realizado pela McKinsey, as organizações com transformações digitais bem sucedidas implementam tecnologias mais avançadas. Definir um objetivo ambicioso cria uma sensação de urgência e excitação que pode ajudar a atrair talento e a criar oportunidades.

· Uma visão ousada é inútil sem uma estratégia bem definida. Para alcançar os objetivos, é necessário demonstrar o compromisso articulando constantemente, e de forma consistente, a sua visão e o caminho para o sucesso, de preferência com um storytelling definido e através de vários canais.

· Implementar novas estruturas organizacionais, alocar recursos de transformação dedicados e monitorizar continuamente o progresso. Não se limita a acrescentar responsabilidades adicionais de transformação aos empregos diários existentes. Um gabinete de transformação facilita a tomada de decisões e impulsiona a responsabilidade e a transparência.

· O modelo operativo descreve a relação e as interações entre consumidores e fornecedores de serviços ou produtos na cloud. Ele descreve especificamente como a sua organização usará a cloud para fornecer produtos e serviços digitais a consumidores internos e externos. A nova estrutura organizacional deve ser formada em torno de equipas de produtos interfuncionais, com métricas que se alinham com os resultados do negócio.

· A experimentação está no centro das transformações ágeis da cloud. Para iterar rapidamente e aprender ao fazer, é necessário incentivar a experimentação e aceitar contratempos ocasionais. Foco na gestão da mudança organizacional (OCM). A nossa experiência indica que a resistência à mudança é um dos maiores desafios de sucesso da transformação em cloud.

A transformação em cloud é um caminho contínuo. A opção em adotar uma abordagem ágil pode ser a diferença na rápida aquisição de valor e nas oportunidades que poderão surgir à medida que se transforma no futuro.

Dr Saša Baškarada, Senior Cloud Transformation Advisor, AWS Professional Services

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de