As vantagens de incorporar métodos de pagamentos chineses num negócio

Os pagamentos nunca foram tão importantes para o ecossistema financeiro da China como são hoje. De acordo com o estudo Payments 2025 & beyond da consultora PwC, o volume de transações sem numerário na China deverá crescer 109% até 2025. Desta forma, torna-se necessário que o comércio local, bem como a indústria hoteleira, estejam preparados para enfrentar uma nova realidade, liderada pela chegada em massa de turistas e pela expansão sem precedentes da economia chinesa através de várias opções de pagamento locais.

Atualmente, as vendas de comércio eletrónico chinês já ultrapassaram as dos Estados Unidos e do Reino Unido, e estima-se que 44% das compras de luxo globais serão feitas por chineses em 2025, de acordo com um relatório publicado pela empresa de consultoria Bain & Co. No mesmo ano, espera-se ainda que os gastos dos turistas chineses excedam 255 mil milhões de dólares (aproximadamente 214 mil milhões de euros). Um outro estudo realizado pela JD Supra refere ainda que quatro em cada cinco pagamentos são feitos sem dinheiro físico na China.

Estes dados, associados ao notável interesse dos jovens chineses (15-29 anos) em viajar e consumir digitalmente através de e-wallets e cartões emitidos na China, garantem que as empresas que não integrem sistemas de pagamento digitais familiarizados com este perfil de consumidor sofrerão uma enorme desvantagem competitiva face às restantes. Por conseguinte, o futuro do comércio a retalho e da hospitalidade será sem dinheiro físico e, por sua vez, impulsionado pela atividade comercial transfronteiriça liderada pelo mercado asiático.

Atualmente, as empresas ocidentais procuram oferecer cartões de crédito internacionais, mas desconhecem que os consumidores chineses associam este método ao pagamento a comissões mais elevadas, reduzindo a sua probabilidade de venda. Desta forma, para se adaptar às suas necessidades de pagamento é necessário considerar opções internacionais tais como Amazon Pay, Google Pay ou Apple Pay.

Contudo, se o objetivo for expandir o negócio e fazer com que os consumidores chineses se sintam confortáveis com a marca, então a incorporação de plataformas de pagamentos locais chineses, tais como o WeChat Pay e Alipay, torna-se essencial. Também o sistema de cartões chineses UnionPay ganha especial relevância. Mas afinal o que podem trazer para o comércio e indústria de Portugal?

Alipay: apenas mais um sistema de pagamento ou uma poderosa ferramenta de marketing?

Atualmente é uma das marcas mais reconhecidas no mundo, especialmente depois do seu recente patrocínio do EURO2020, a Alipay é a opção recomendada para atingir uma massa crítica de compradores chineses. Grande parte da fama deste método de pagamento deve-se à sua forte relação com todo o ecossistema comercial ligado ao Aliexpress, que permite aos utilizadores tirar partido de descontos significantes, exigir reembolsos totais e efetuar pagamentos.

Em 2019, a Alipay divulgou que em Portugal o crescimento foi o mais radical com os volumes transacionados a alcançarem um crescimento de 64%, face ao mesmo período do ano anterior. De uma forma geral, a plataforma oferece uma experiência positiva para o utilizador e torna possível, especialmente ao turista chinês, descobrir o um negócio entre as melhores recomendações de restaurantes, hotéis ou lojas durante a sua visita a Portugal.

WeChat Pay, múltiplas funcionalidades para os clientes numa única aplicação

Segundo os dados do Turismo de Portugal, entram anualmente cerca de 250 mil turistas chineses no país, número que só tem tido tendência para crescer. Mas estará Portugal preparado para a sua chegada? Em muitas cidades da China, tornou-se cada vez mais difícil fazer compras num mercado, ou mesmo pagar a conta num restaurante sem acesso a uma carteira digital. Desta forma, a incorporação de plataformas como o WeChat Pay está a tornar-se cada vez mais imprescindível.

UnionPay, a maior rede de cartões do mundo

Os cartões UnionPay são aceites em mais de 180 países e regiões e emitidos em 70 países e regiões. A UnionPay International oferece serviços de pagamento internacional de alta qualidade, rentáveis e seguros à maior base de titulares de cartões do mundo. Uma gama de produtos inovadores como o UnionPay mobile QuickPass, pagamentos UnionPay QR e produtos UnionPay E-wallet estão a ser implementados para garantir todos os tipos de pagamentos, em ambientes físicos e virtuais, para garantir qualquer pagamento transfronteiriço por cartão, móvel, sem contacto ou QR.

De acordo com o relatório Nilson, os cartões UnionPay representaram 32,3% de todas as compras de cartões em todo o mundo em 2019. Os titulares de cartões UnionPay podem pagar utilizando tecnologia sem contacto e fazer pagamentos online. O cartão UnionPay é o preferido dos turistas asiáticos, estudantes e executivos de negócios.

Com este tipo de plataformas de pagamento é possível obter uma melhor compreensão do perfil dos clientes através de estatísticas e relatórios sobre como e onde pagam.

Alberto López, Head of Business Development da Adyen em Espanha e Portugal

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de