Opinião

Bem-vindo a um quase novo shopping: o seu centro comercial de sempre

Fotografia: EPA / José Sena Goulão
Fotografia: EPA / José Sena Goulão

Os Centros Comerciais mudam todos os dias – a inovação e a superação fazem parte do seu ADN desde sempre. Mas há dez semanas que essa mudança é ainda mais acelerada.

Desde o início desta pandemia, que os Centros Comerciais trabalham diariamente para se adaptar e encontrar formas de atuação e soluções que, neste contexto inédito na nossa história recente, permitam a operação das atividades, garantindo a segurança de visitantes, lojistas e colaboradores, e também o seu conforto, bem como a satisfação das suas necessidades.

Orgulhamo-nos de, em colaboração com os nossos lojistas, continuar a assegurar serviços essenciais às populações, e de, indo além, termos criado um quase novo shopping – um Centro à altura desta nova época. Fizemos investimentos muito relevantes, apoiados numa aprendizagem acelerada e num know-how de proatividade que aplicamos há décadas.

Reagimos desde a primeira hora.

Implementámos, no início do estado de emergência, e em parceria com a Dott, a possibilidade de os operadores que assim o desejassem, terem presença online, no espaço de duas semanas. Perto de 80 marcas presentes aderiram a este projeto e conseguiram captar vendas, diminuindo o impacto da suspensão da sua atividades em loja física. Esta parceria, em condições absolutamente excecionais para os lojistas, foi criada em tempo recorde, permitindo-lhes manter uma porta aberta, mesmo de portas fechadas, e, aos visitantes, continuarem de forma cómoda a poder ter acesso às suas marcas habituais.

Hoje é também possível sair do Centro Comercial com compras sem sair do automóvel. O serviço Drive-In, disponível em mais de uma centena de lojas, permite que, depois de efetuada uma encomenda online ou por telefone junto de uma ou mais lojas, a recolha seja feita no parque de estacionamento do Centro.

Para uma visita ainda mais cómoda, os visitantes podem agora, antes de se dirigirem ao Centro, saber qual é o nível de afluência de carros e pessoas ao espaço, através do site ou da App do Centro.

Para quem entra nos Centros Comerciais, as mudanças são ainda mais evidentes. Temporariamente, temos todos de aderir ao novo dress code (uso obrigatório de máscara), respeitando a nova forma de estar, que já está presente em todas as nossas rotinas sempre que saímos para o espaço público. Os Centros Comerciais têm à disposição dos clientes todos os meios que potenciam uma visita segura e confiante. Para além de todo o reforço de limpeza e higienização dos espaços, a renovação do ar interior a cada 15 minutos, e o convite constante à higienização das mãos e ao cumprimento do distanciamento adequado, apostamos na compra de equipamento que minimize a intervenção humana, como é exemplo o sistema de desinfeção automática dos corrimãos, através de raios UV, com que equipámos as escadas rolantes.

Estamos desejosos de devolver a vida aos nossos Centros e retomar a atividade em pleno no dia 1 de junho, no integral cumprimento das diretivas legais e boas práticas.

Estas têm sido semanas desafiantes, seguramente. Responder a este contexto extraordinário trouxe-nos aprendizagens que vão ficar enraizadas nos nossos hábitos enquanto pessoas, enquanto profissionais e também nos nossos negócios. Acredito que, em breve, voltaremos a ter os Centros Comerciais como espaços sociais e de convívio, sem restrições. Enquanto esses dias não chegam, os nossos Centros de sempre continuam a inovar e a adaptar-se para cumprirem a sua missão: estar de portas abertas para o servir de forma segura.

Cristina Santos é administradora responsável pela gestão de centros comerciais da Sonae Sierra

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O primeiro-ministro, António Costa (E), ladeado pelo ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira (D), durante o debate parlamentar que antecede a votação do texto final apresentado pela Comissão de Orçamento e Finanças que aprova o Orçamento Suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 03 de julho de 2020. O parlamento deverá aprovar hoje, em votação final global, a proposta de orçamento suplementar, que se destina a responder às consequências económicas e sociais provocadas pela pandemia de covid-19. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Aprovado o Orçamento Suplementar apenas com o voto a favor do PS

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles durante o debate na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2020 . (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Deputados mantêm suspensão da devolução de manuais escolares

Bem-vindo a um quase novo shopping: o seu centro comercial de sempre