Digitalização das PME durante a covid: a melhor vacina contra crises futuras

O tecido empresarial português é profundamente marcado e caracterizado por pequenas e médias empresas (PME), que representam mais de 99% das empresas nacionais. A digitalização tem sido um dos temas mais urgentes para as PME e, devido à pandemia de covid-19 e às suas consequências económicas, muitas empresas viram a necessidade de acelerarem os projetos de modernização e transformação digital que há muito estavam guardados na gaveta.

No entanto, a verdade é que, em regra, as PME não têm grandes departamentos de TI ou uma elevada capacidade de investimento nesta área. Assim, o Plano de Recuperação e Resiliência anunciado pelo Governo, que inclui a promoção da transição digital das empresas, requalificando 36 mil trabalhadores e apoiando 30 mil PME, surge num momento oportuno e fundamental, para que as empresas desta dimensão não parem de ser competitivas apesar de todo o impacto económico e social desta crise pandémica.

Qualquer empresa, independentemente do setor de atividade em que atue, deve valorizar o investimento em novas tecnologias, para que possa manter-se competitiva face à concorrência e, caso ainda não o tenha feito, deverá contar com toda a ajuda externa possível, enquanto importante estímulo para dar esse passo. Um estudo recente da Salesforce com a participação de PME de vários países revela que existe uma intenção em acelerar o investimento em novas tecnologias devido à pandemia. O estudo fornece uma visão sobre como as PME estão a enfrentar os principais desafios da transformação digital, especialmente desde março de 2020, quando a pandemia foi oficialmente declarada.

Uma das áreas críticas para uma PME é a gestão das experiências de seus clientes. Os utilizadores evoluíram muito e estão cada vez mais informados e exigentes. A única forma de se alcançar uma experiência de utilizador excecional é tirando partido de todos os dados da base de clientes e analisando-os para melhor compreender cada pessoa e, desta forma, antecipar-se às suas necessidades. Neste contexto, a implementação de novas tecnologias que permitam desenvolver este género de experiências revela-se um elemento fundamental para o futuro das empresas. O referido estudo sobre as PME mostra também que, entre as medidas que estas empresas têm implementado para se adaptarem à nova situação, a adoção de tecnologias para digitalizar as interações com os clientes ocupa um lugar de destaque.

A verdade é que a pandemia acabou por ser um impulsionador para os gestores de pequenas e médias empresas perceberem a importância de se dar o passo seguinte e avançarem com os processos de digitalização, para a sustentabilidade dos seus negócios. Os líderes das organizações concluíram que é preciso terem equipamentos e tecnologia para resistirem às crises do futuro.

Acredito que podemos olhar para o futuro com esperança. Se as PME optarem pela transformação digital, o processo de recuperação será muito mais rápido no momento em que as vagas de covid-19 derem origem ao "novo normal". No último ano, a pandemia provocou uma paragem brusca da economia para fazer frente à emergência sanitária e, embora ainda nos deparemos com muitas incertezas, o fim das restrições abrirá um novo momento de oportunidades e crescimento para as empresas.

Area Vice President, PME, Salesforce Portugal, Espanha & Itália

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de