Opinião

Negócios internacionais: oportunidade para empreendedores digitais crescerem

1facebook

Quer seja um fabricante de móveis em Paços de Ferreira, um produtor de queijos francês, ou um designer de moda em Milão, não há motivo para que as fronteiras nacionais se tornem num entrave ao seu negócio.

Alcançar clientes em novos países deixou de ser um benefício apenas para as maiores e mais experientes empresas. As tecnologias digitais permitem que empresas de todas as dimensões se tornem em multinacionais e abram portas ao comércio internacional, além-fronteiras. Só na Europa, as pequenas e médias empresas podem usufruir de um mercado de exportação de 743 milhões de pessoas.

Para ter um impacto económico duradouro, criar mais empregos e melhorar a competitividade geral na Europa, as empresas em fase inicial e as pequenas empresas precisam de prosperar e aproveitar todas as possibilidades que as tecnologias digitais oferecem para melhorar a sua eficiência e produtividade, bem como para alcançar os clientes e realizar vendas além-fronteiras.

Tendo trabalhado com fantásticas pequenas e médias empresas no Facebook, sei que existe uma grande oportunidade para as PME no que se refere aos benefícios de se conectarem com mais e mais pessoas em diferentes países. Mais de mil milhões de pessoas no Facebook estão conectadas a uma empresa fora do seu país.

É para nós, no Facebook, uma preocupação central perceber como podem as PMEs europeias ter sucesso e crescer. Medimos o nosso sucesso através da nossa capacidade em criar mais valor para a economia como um todo. Centra-se aqui o nosso trabalho junto de pequenas e médias empresas, particularmente aquelas empresas entusiasmantes que estão a inovar, a crescer e a contribuir tanto para a sua região.

Queremos dar o nosso contributo para o crescimento económico na Europa e ajudar ativamente mais PMEs a ativarem o potencial que têm e tirarem proveito das oportunidades de crescimento – não apenas no mercado interno, mas nos outros países da Europa e também um pouco por todo o mundo.

Até agora, apenas este ano, desenvolvemos formação presencial com inúmeras empresas e developers em toda a Europa. Adicionalmente, quase 2,5 milhões de PMEs e empreendedores fizeram o nosso curso de e-learning. Cada um utilizou ferramentas e plataformas digitais para desenvolver o seu negócio, conectar-se com clientes, aumentar o awareness das suas marcas e gerar novas vendas.

Veja o exemplo da 360Imprimir, que contou com o Facebook para ajudar a potenciar o crescimento nacional e internacional da empresa. A 360imprimir conta atualmente com 20% das vendas online a serem geradas pelo Facebook. A possibilidade de escalar o negócio do ponto de vista internacional foi desde sempre uma ambição para a marca e, no momento de definir a estratégia, o Facebook foi um dos canais escolhidos para chegar a novas audiências e alcançar os objetivos no timing certo.

Estas histórias mostram que o digital é uma receita para o sucesso e crescimento da economia europeia. Funciona também como uma mensagem de estímulo para os milhões de pequenas empresas e start-ups que procuram apoio e direções para alcançarem os seus objetivos.

Devemos ouvir as suas mensagens enquanto trabalhamos em conjunto para compreender os benefícios do futuro digital europeu.

Nerea Llorca, Responsável de PMEs do Facebook em Portugal e Espanha

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeira greve da história da Autoeuropa realizou-se a 30  de agosto. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa com seis listas para a comissão de trabalhadores

Fotografia: MIGUEL A. LOPES/ LUSA

OE2017: Défice desce para 1,9% do PIB no primeiro semestre

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de inauguração da nova área de produção da Bosch Security Systems, na zona Industrial de Ovar. Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo espera défice de 1,5% para este ano e crescimento de 3,2%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Negócios internacionais: oportunidade para empreendedores digitais crescerem