davos

O encontro dos donos-disto-tudo em Davos

Davos
Davos

Davos arranca esta terça-feira. A tomada de posse de Trump vai marcar a agenda.

Vivemos tempos conturbados na economia, com a colocação da dívida mais cara desde os tempos que marcaram a saída da troika de Portugal; a banca pública e privada ainda em convulsão; e uma instabilidade internacional que se agrava à medida que nos aproximamos da tomada de posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América, já no dia 20 de janeiro. Aliás, este é um tema que vai dominar a agenda de Davos, o grande encontro mundial dos donos- disto-tudo, que arranca terça-feira. Leia nesta edição tudo sobre a antevisão do grande encontro e saiba quem são os empresários e os políticos portugueses que vão marcar presença.
Para Portugal, estar no palco do mundo é determinante para o posicionamento do país. Pelo poder, pela influência que pode vir a ter, pela capacidade de atração de talentos e de investidores internacionais. São multinacionais como a suíça Nestlé que, acreditando em Portugal, geram negócio, criam milhares de empregos dispersos por várias regiões do país, são case studies em matéria de inovação e desenvolvimento e fazem a economia pular e avançar. É capa deste jornal o diretor geral da Nestlé Portugal, um recém chegado ao país que quer trazer mais investimento suíço para cá. Afirma que este é um destino ainda atrativo para o investimento direto estrangeiro, mesmo com a subida do salário mínimo, e que reúne condições únicas quer para trabalhar, quer para fazer turismo.
Falando de turismo, os empresários do turismo estão convictos de que em 2017 os resultados do setor vão ser ainda melhores do que em 2016. 72% acreditam que o ano será melhor do que o anterior e 4% apostam em resultados “muito melhores”, revela o Barómetro do Turismo do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo.
É com boas notícias que os índices de confiança podem melhorar e, com eles, a economia no seu todo. Para acompanhar tudo o que se passa em Portugal e no mundo, o DinheiroVivo estreia esta semana a nova secção Mercados e uma outra dedicada à gestão, recursos humanos e finanças pessoais, correspondendo às expectativas dos leitores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

O encontro dos donos-disto-tudo em Davos