Opinião

Opinião. Verão quente na economia

Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens
Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

A temperatura está quente e não é só lá fora. Dentro das redações, das televisões e das operadoras de telecomunicações também está alta.

A temperatura está quente e não é só lá fora. Dentro das redações, das televisões e das operadoras de telecomunicações também está alta. O termómetro, aliás, não tem parado de subir! Ontem foi anunciada a OPA da Altice sobre a Media Capital. Ao final da tarde soube-se da reunião entre Francisco Pinto Balsemão e o filho Francisco Pedro, líderes da Impresa, com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O setor está em forte agitação e há preocupações no ar. Algumas delas são elencadas nesta edição, no artigo das páginas 10 e 11. Falta agora o aval à OPA por parte da CMVM e da Autoridade da Concorrência e ainda da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Até lá, a disputa política promete continuar.

As críticas de António Costa, primeiro-ministro, caíram mal no universo da Altice, mas caíram igualmente mal em grande parte do universo empresarial, que não se revê num primeiro-ministro com vontade de intervir no setor privado e nem num chefe de governo que provoca a desvalorização de uma marca como a ex-PT ou a nova Altice.

Este negócio, avaliado em cerca 450 milhões de euros, agita São Bento mas leva também o setor dos media a despertar para várias ameaças e oportunidades. Resta saber se a próxima jogada neste tabuleiro de xadrez será da operadora NOS, liderada por Miguel Almeida. Há muito que o mercado ouve rumores de que comprará cerca de um terço da Impresa, hoje com dificuldades de gestão do negócio pelo alto serviço da dívida e também por estar a perder a corrida na era digital.

Aliás, a Altice, que detém o Sapo, agora unida à Media Capital, que detém o IOL, fica com 48% das receitas do digital e essa é uma preocupação para os outros players e mais uma para a Autoridade da Concorrência.

Depois dos incêndios em Pedrógão Grande e do roubo de armas em Tancos, assistimos esta semana a um animado debate do Estado da nação e a uma OPA rápida, certeira e muito política.
Esta semana, uma última palavra para homenagear o grande empreendedor Américo Amorim, cujo funeral se realiza hoje.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell (E), acomapnhada pelo CEO da Altice Media, Alain Weill (2-E), do CEO do Grupo Altice, Michel Combes (2-D), e do Chairman e CEO da Portugal Telecom, Paulo Neves (D), fala durante uma conferência de imprensa sobre a compra da Altice sobre o grupo Media Capital,. Fotografia: ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Compra da TVI pelo Meo pode “criar entraves significativos à concorrência”

O ministro das Finanças, Mário Centeno (E), acompanhado por Carlos Tavares (D), antigo presidente da CMVM, durante a sessão de apresentação pública do relatório do Grupo de Trabalho para a Reforma do Modelo de Supervisão Financeira. (ANDRÉ KOSTERS/LUSA)

Belém e Parlamento terão de validar novo governador do Banco de Portugal

Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

Casalinho quer alongar pagamento da dívida para evitar picos de reembolsos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Opinião. Verão quente na economia