Um contributo para o país, para a educação e para a saúde mental dos portugueses

A próxima quarta-feira, 2 de junho, em joseneves.org, a Fundação José Neves (FJN) vai realizar o seu primeiro evento anual.

Nove meses após o lançamento público, esta iniciativa cumpre com os objetivos da Fundação José Neves de contribuir para transformar Portugal numa sociedade do conhecimento através da educação, e para despertar o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal dos portugueses.

Neste âmbito, vamos apresentar um programa inédito em Portugal, que vai permitir aos portugueses promoverem o seu bem-estar, equilíbrio emocional e saúde mental. Trata-se de uma ferramenta cientificamente testada, totalmente gratuita e digital, à distância de um clique. É baseada em ciência, combina tecnologia e psicologia e promove a ligação entre as pessoas e a partilha de experiências de uma forma enriquecedora e motivadora.
Catarina Furtado, Fátima Lopes, Luís Portela, Paula Amorim e José Neves são rostos bem conhecidos dos portugueses e com uma grande preocupação social, e vão dar a cara por este programa.

A Fundação José Neves entende que é fundamental a democratização do acesso a ferramentas para o autoconhecimento e transformação pessoal, de forma a combater este estigma que está muito enraizado na nossa sociedade.

O dia vai ficar ainda marcado pela apresentação do primeiro Estado da Nação sobre Educação, Emprego e Competências em Portugal, onde se analisa a transformação destas dimensões na última década e o impacto recente da pandemia covid-19.
Vai ser possível perceber a evolução do emprego em Portugal, a diferença entre gerações e o nível das qualificações da população portuguesa, o impacto do ensino superior na proteção do emprego, nomeadamente entre os jovens licenciados, as diferenças salariais entre os diversos níveis de ensino e entre géneros, a evolução do emprego e das competências ligadas à tecnologia em comparação com os trabalhos manuais.

E ainda o trabalho a partir de casa em tempos de pandemia e as tendências que a covid-19 acelerou no mercado de trabalho.

O documento pretende abrir à discussão pública as debilidades e oportunidades do sistema de desenvolvimento de competências e formas de as ultrapassar. E vai permitir aos agentes de educação, nomeadamente o Governo e as instituições de ensino, tomarem decisões sustentadas em factos e agirem de forma alinhada com as exigências de uma sociedade e de um mercado de trabalho em transformação acelerada.

O neurocientista português António Damásio, o cantor Bryan Adams e a apresentadora Fátima Lopes são apenas alguns dos oradores de um painel diversificado e que vai partilhar com os portugueses informação e conhecimento sobre a importância da educação e da aposta no desenvolvimento pessoal para atingirmos a realização pessoal e profissional tão desejada.

Presidente Executivo da Fundação José Neves e membro do Conselho Europeu de Inovação (EIC)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de