Seguros

Produção nos seguros caiu quase 6% no ano passado

Margarida Corrêa de Aguiar, presidente da ASF. (Gerardo Santos / Global Imagens)
Margarida Corrêa de Aguiar, presidente da ASF. (Gerardo Santos / Global Imagens)

O grupo Fidelidade lidera o mercado segurador nacional, tanto no ramo Vida como no Não Vida.

Em 2019, a produção seguradora em Portugal somou 12,2 mil milhões de euros, um decréscimo de 5,8% em comparação com 2018, de acordo com dados revelados esta terça-feira pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), que tem responsabilidades de supervisão prudencial sobre 90,2% do mercado, ou seja, 11 mil milhões de euros.

A quebra deve-se à evolução do ramo Vida, que caiu 13,9%, já que os ramos Não Vida apresentaram um crescimento de 8%. No ramo Vida, a produção dos planos de poupança reforma (PPR) sofreu uma quebra de 10%, embora tenha aumentado o peso no total em 1,9 pontos percentuais, para 44,8%.

Já no ramo Não Vida, destaca-se o segmento de Acidentes e Doença (9,7%), nomeadamente na área dos Acidentes de Trabalho, que cresceu 11,8% em 2019, pelo sexto ano consecutivo. O segmento Incêndio e Outros Danos subiu 6,9% e o ramo Automóvel 7%.

O grupo Fidelidade é quem tem maior quota no mercado segurador nacional. No ramo Vida tinha em 2019 23,6% do mercado, um decréscimo face aos 39% no ano anterior. Nos ramos Não Vida a Fidelidade aumentou a quota de 27,5% em 2018 para 27,9% em 2019.

Fundos de pensões engordam

O valor sob gestão dos fundos de pensões ultrapassou os 21,8 mil milhões de euros, um crescimento de 12,1%, voltando aos níveis de 2009.

Ao longo do ano passado extinguiram-se quatro fundos de pensões e foram constituídos três fundos de pensões abertos e quatro fundos de pensões PPR. O ano terminou com 232 fundos de pensões, mais três do que em 2018.

“No ranking dos fundos de pensões, os 25 maiores fundos representam cerca de 85% do total dos montantes geridos, continuando a destacar-se os fundos de pensões do setor bancário”, sublinha a ASF em comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

OE2020. O orçamento que já não é

A Saudi Aramco, na Arábia Saudita, é a maior petrolífera do mundo e lidera a guerra comercial com a Rússia. Fotografia: Fayez Nureldine / AFP

Petróleo atravessa, provavelmente, “a sua maior crise de sempre”

A zona desportiva de Felgueiras está encerrada por precaução contra a propagação do vírus Covid-19. OCTAVIO PASSOS/LUSA

Assistência a filhos em isolamento paga a 100% a partir de hoje

Produção nos seguros caiu quase 6% no ano passado