Operação Marquês

Governantes do tempo de Sócrates chamados pelo Ministério Público

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA
A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Atual ministra do Mar, Ana Paulo Vitorino, é uma das 'contempladas' pelo Ministério Público

Os ex-governantes Teixeira dos Santos, Campos e Cunha, Mário Lino, António Mendonça, Nunes Correia e Pinto Ribeiro foram chamados a depor, pelo Ministério Público, no âmbito da Operação Marquês, que coloca o antigo Primeiro-Ministro José Sócrates no centro das suspeitas da Justiça.

Além dos ex-ministros que acompanharam a governação liderada por Sócrates entre 2005 e 2011, também a atual ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, se inclui no rol de 229 testemunhas, como avança o jornal Público na edição desta sexta-feira.

Sob juramento irão estar ambos os responsáveis pela pasta das Finanças, Luís Campos e Cunha e o seu sucessor Fernando Teixeira dos Santos, tal como os detentores da pasta das Obras Públicas, o ex-ministro Mário Lino e António Mendonça, que o sucedeu.

A Justiça quer também ouvir o antigo ministro da Cultura, José Pinto Ribeiro, e ainda o ex-secretário de Estado José Conde Rodrigues e, por fim, o ex-ministro do Ambiente, Francisco Nunes Correia.

Recorde-se que, esta semana, foi formulada a acusação do Ministério Público, ao fim de quase quatro anos desde o início da investigação da Operação Marquês. No despacho estão incluídos 28 dos 33 arguidos do processo, dos quais se destacam o ex-Primeiro-Ministro José Sócrates (acusado de 31 crimes) e o antigo líder do Grupo Espírito Santo, Ricardo Salgado, que é acusado da prática de 21 crimes.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. (Fotografia: RODRIGO ANTUNES/LUSA)

Marcelo pede ao Parlamento que clarifique se quer manter Governo em funções

Fotografia: Benoit Tessier/Reuters

ERC empurra decisão sobre compra da TVI para a AdC

Fernando Gonçalves lidera a lista vencedora das eleições para a Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Autoeuropa: Fernando Gonçalves é o novo coordenador da comissão de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Governantes do tempo de Sócrates chamados pelo Ministério Público