Alemanha

Adidas lança ténis que são passe de transportes públicos

940

Estampagem nos ténis permite passar pelas máquinas de leitura de bilhetes dos transportes.

A Adidas acaba de lançar uns ténis que incorporam o passe dos transportes públicos. A inovação já implementada em Berlim consiste numa discreta estampagem com a informação necessária para que as máquinas de leitura de bilhetes dos transportes públicos validem o acesso da pessoa.

Em conjunto com a Companhia de Transportes Berlinense (BVG na sigla inglesa), nome da rede de transportes públicos, a Adidas co-assinou um modelo de ténis que permitem a quem os calça usar os diferentes meios de deslocação dentro da capital alemã.

Como? Através de uma inovação tecnológica pioneira no mundo: Na parte frontal dos ténis, a que alguns chamam de pala ou língua, está uma “versão fabril” dos bilhetes usados na rede de transportes berlinense. Trata-se de uma espécie de ‘estampagem’ nesta parte dos ténis que funciona como os códigos QR, mas à distância, permitindo às máquinas de fiscalização reconhecer os ténis enquanto passe de transportes.

A estampagem na parte frontal dos ténis que dá informação às máquinas de fiscalização dos trasportes públicos de Berlim

Esta criação vai começar a ser testada já na próxima semana, a partir de 16 de janeiro, e vai permitir a todos aqueles que adquirirem os ténis o uso gratuito de todos os comboios, autocarros e linhas de metro que circulam nas zonas A e B de Berlim. Juntas, estas duas zonas abrangem a quase totalidade da capital.

De acordo com o CityLab, este novo modelo da Adidas terá um preço – pelo menos para já – de 180 euros. É certo que este valor está longe da média praticada com este tipo de produtos, mas tendo em conta que um passe que inclua ambas as zonas de transportes de Berlim não custa menos de 728 euros, este acaba por ser um negócio bastante em conta.

Para já vão estar à venda 500 unidades deste protótipo, todas elas vendidas em apenas duas lojas de Berlim. As expectativas relativas ao sucesso da ideia são altas, mas nem a Adidas nem a BVG fazem previsões sobre o que pode acontecer no futuro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Orçamento suplementar mantém despesa de 704 milhões de euros para bancos falidos

Jorge Moreira da Silva, ex-ministro do ambiente

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Acordo PS-PSD. “Ninguém gosta de um planalto ideológico”

Mario Draghi, presidente do BCE. Fotografia: Reuters

Covid19. “Bazuca financeira tem de fazer mira à economia, desigualdades e clima”

Adidas lança ténis que são passe de transportes públicos