privatização da TAP

Associação Peço a Palavra entrega queixa-crime à venda da TAP

A Associação Peço a Palavra entrega esta manhã uma queixa-crime contra a venda da TAP.

A Associação Peço a Palavra (APP), que durante os últimos meses, tentou travar por diversas vezes a privatização da TAP junto dos tribunais ainda não desistiu. E, esta segunda-feira, entregará uma queixa-crime contra a venda.

O documento, que tem como figuras centrais António-Pedro Vasconcelos e Bruno Fialho, tem como alvos os ex-ministros de Passos Coelho, que levaram a cabo a venda, e os novos acionistas da companhia aérea, Humberto Pedrosa e David Neeleman.

Esta queixa levará ainda a uma conferência de imprensa marcada para esta segunda-feira, em Lisboa.

A APP entende que o processo de venda da TAP está “ferido de ilegalidades” e promete continuar a lutar pela reversão do negócio.

Neste momento, os novos acionistas aguardam um parecer da ANAC (Autoridade Nacional da Aviação Civil) que já está a analisar novamente o processo de venda e composição acionista.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Taça Portugal - Benfica vs Sporting

Benfica encaixa 50 milhões. SAD fala em “capacidade acrescida de tesouraria”

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva ,à chegada para a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo mantém todas as restrições na Grande Lisboa por mais 15 dias

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Governo exige que Bélgica retire Alentejo e Algarve de zonas arriscadas

Associação Peço a Palavra entrega queixa-crime à venda da TAP