Dívida pública aumenta até julho e soma os 249,2 mil ME – BdP

A dívida pública na ótica de Maastricht (a que conta para Bruxelas) aumentou 0,1 mil milhões de euros até julho, face a junho, somando 249,2 mil milhões de euros, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

A dívida pública na ótica de Maastricht (a que conta para Bruxelas) aumentou 0,1 mil milhões de euros até julho, face a junho, somando 249,2 mil milhões de euros, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).


De acordo com o BdP, “esta variação reflete um aumento de certificados do Tesouro e outros depósitos junto das administrações públicas em 0,6 mil milhões de euros e emissões líquidas negativas de títulos no mesmo montante”.


Adicionalmente, refere, registou-se em julho um acréscimo de empréstimos no montante 0,1 mil milhões de euros, resultante do aumento de empréstimos junto de bancos residentes, com destaque para o acordo assinado entre o Estado e o Banco Santander Totta respeitante aos contratos de derivados com empresas públicas de transportes, no montante de 2,3 mil milhões de euros.


Em sentido contrário, o BdP destaca o reembolso de empréstimos do Fundo Monetário Internacional, no montante de 1,8 mil milhões de euros.


Os ativos em depósitos da administração central, por sua vez, diminuíram 0,8 mil milhões de euros.


A dívida pública líquida de depósitos da administração central registou, assim, um acréscimo de 0,9 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 230,3 mil milhões de euros.


Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell (E), acomapnhada pelo CEO da Altice Media, Alain Weill (2-E), do CEO do Grupo Altice, Michel Combes (2-D), e do Chairman e CEO da Portugal Telecom, Paulo Neves (D), fala durante uma conferência de imprensa sobre a compra da Altice sobre o grupo Media Capital,. Fotografia: ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Compra da TVI pelo Meo pode “criar entraves significativos à concorrência”

Foto: ANDRÉ KOSTERS / LUSA

Financial Times destaca “sucesso socialista” na recuperação de Portugal

Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

Casalinho quer alongar pagamento da dívida para evitar picos de reembolsos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Dívida pública aumenta até julho e soma os 249,2 mil ME – BdP