pagamentos

É cliente da Revolut? Precisa prevenir-se para o Brexit

Revolut Portugal | Ricardo Macieira

A fintech britânica está a pedir aos clientes para atualizarem a sua identificação, com fornecimento do cartão do cidadão ou do passaporte.

Se é cliente da fintech britânica Revolut tem de se preparar para a eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE) sem acordo.

A rival digital dos bancos tradicionais atualizou as informações acerca do Brexit, com instruções para os clientes de países da União Europeia. A empresa está a preparar-se para ter de migrar os seus clientes da UE para a subsidiária na Lituânia.

“Para os clientes de fora do Reino Unido, na hipótese de não haver acordo (para o Brexit), vamos iniciar o processo de os transferir para a nossa subsidiária europeia autorizada”, esclarece a empresa no seu blog.

A fintech está a pedir aos clientes para atualizarem a sua identificação, com fornecimento do cartão do cidadão ou do passaporte.

O pedido está a deixar alguns clientes com dúvidas sobre o que está a acontecer e o que vai acontecer com o serviço.

A Revolut tem uma licença para operar no Reino Unido que é válida para todos os outros países da UE no âmbito do regime de livre prestação de serviços.

Se não houver acordo ou for revogado o regime de livre prestação de serviços, a Revolut pode perder este direito de passaporte e precisa de migrar os seus clientes da UE para outra entidade na região.

A empresa tem mais de 120 mil clientes em Portugal e vai abrir um centro de apoio ao cliente em Matosinhos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
16. Empregados de mesa

Oferta de emprego em alta no verão segura aumento de salários

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Marcelo aprova compra do SIRESP. Governo fica com “acrescidas responsabilidades”

draghi bce bancos juros taxas

BCE volta a Sintra para o último Fórum com Draghi na liderança

Outros conteúdos GMG
É cliente da Revolut? Precisa prevenir-se para o Brexit