Conferência

Embaixador: Portugal deve ser “autêntico” nas relações com Pequim

A carregar player...

José Augusto Duarte, embaixador em Pequim, defendeu a necessidade de Portugal adotar “firmeza” na defesa dos seus interesses nas relações com a China.

“Temos de ser autênticos. Temos de ser nós próprios”, afirmou, num momento em que Portugal enfrenta críticas de outros países europeus e uma reputação de maior permeabilidade ao investimento direto chinês no quadro europeu.

No relacionamento de captação de investimento luso-chinês, Augusto Duarte defendeu no entanto que a grande vantagem portuguesa tem sido exatamente a capacidade de admitir capitais de Pequim em setores estratégicos, não abertos por outros países. Tratam-se, para o diplomata, de “aspetos mais intangíveis, não despiciendos”, que são “de facto uma vantagem importante para a internacionalização da economia chinesa”.

O embaixador disse, por outro lado, que “é perfeitamente ridículo” dizer que Portugal é porta de entrada na Europa ou em África. “Há muito mais chineses em Angola do que portugueses”, ilustrou.

Em sentido inverso, para Augusto Duarte o desafio de um maior acesso ao mercado chinês exige estudar a concorrência e casos de sucesso portugueses, como o do grupo Super Bock, mas também retomar o exemplo do caminho histórico feito pelos primeiros mercadores e missionários portugueses que aportaram à China no início do século XVI.

“Temos um imenso desafio pela frente. Esta visita [de Xi Jinping a Portugal] é muito importante. Que ela aconteça, só por si, já é uma vitória política”, disse ainda o representante diplomático em Pequim.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Embaixador: Portugal deve ser “autêntico” nas relações com Pequim