Educação

Ensino Superior: Médias sobem na segunda fase, oito cursos acima de 19 valores

Fotografia: Cristiana Milhão/Global Imagens
Fotografia: Cristiana Milhão/Global Imagens

Oito cursos registaram na segunda fase uma nota média de entrada no ensino superior acima dos 19 valores, ficando também acima da média mais alta de 18,95 valores de Engenharia Aeroespacial do Instituto Superior Técnico registada na primeira fase.

De acordo com os dados oficiais hoje divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), na segunda fase a média de entrada mais alta pertence ao curso de Engenharia e Gestão Industrial da Universidade do Porto, com uma nota de acesso de 19,58 valores.

Seguem-se Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física Tecnológica, ambos do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, com notas médias de entrada de 19,45 valores e 19,43 valores, respetivamente.

Na lista dos cursos com médias superiores a 19 valores há ainda três cursos de Medicina — o da Universidade Nova de Lisboa e os dois da Universidade do Porto – e Bioengenharia e Engenharia Informática e Computação da Universidade do Porto.

Sobraram ainda vagas em 264 cursos, maioritariamente institutos politécnicos e cursos de engenharia.

Há ainda 38 cursos com vagas em aberto para a segunda fase sem qualquer aluno colocado, 26 cursos com notas médias entre os 9,5 valores e os 9,99 valores, e 12 vagas criadas adicionalmente para situações de empate.

Cerca de metade dos candidatos à segunda fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior ficou de fora das universidades e politécnicos públicos, onde foram agora colocados 9.274 estudantes, segundo dados oficiais hoje divulgados.

De acordo com a informação disponibilizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), dos 18.195 estudantes que se candidataram na segunda fase do concurso nacional de acesso (CNA) ao ensino superior, apenas cerca de metade (9.274 estudantes) conseguiu ficar colocado numa das 11.615 vagas levadas a concurso.

Os resultados da segunda fase do CNA estão desde hoje disponíveis na página da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), em http://www.dges.gov.pt e os estudantes agora colocados podem matricular-se entre hoje e 30 de setembro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

NUNO VEIGA / LUSA

Governo apresentou queixa contra 21 pedreiras em incumprimento

Outros conteúdos GMG
Ensino Superior: Médias sobem na segunda fase, oito cursos acima de 19 valores