Altice/Media Capital

ERC recebeu pedido de parecer da Concorrência sobre OPA da Altice

Patrick Drahi, fundador da Altice
Patrick Drahi, fundador da Altice

A ERC recebeu ontem o pedido de parecer da Autoridade da Concorrência sobre a compra da Media Capital pela Altice.

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) recebeu, ao final da tarde de ontem, o pedido de parecer por parte da Autoridade da Concorrência (AdC) relativo ao negócio da compra da Media Capital pela MEO, da Altice.

A AdC foi notificada da operação de concentração a 11 de agosto e divulgou o anúncio do processo de análise em curso na passada sexta-feira, dia 18.

O parecer da ERC é crucial para a decisão da AdC numa análise da operação que pode vir a ser simples ou seguir para investigação aprofundada.

Os pareceres dos dois reguladores são decisivos para que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) possa proceder ao registo da Oferta Pública de Aquisição (OPA).

“A Entidade Reguladora para a Comunicação Social torna público que recebeu, no final da tarde, do dia 21 de agosto, o pedido de parecer formulado pela Autoridade da Concorrência sobre a operação de concentração, que consiste na aquisição, pela MEO – Serviços de Telecomunicações e Multimédia do controlo exclusivo do Grupo Media Capital”, disse esta terça-feira a porta-voz da ERC ao Dinheiro Vivo.

“A Entidade desenvolverá as diligências e contactos que considere relevantes para a melhor apreciação deste caso. No final do processo, a ERC tornará oportunamente pública a sua posição”, adiantou numa resposta por email.

Para a Altice, a compra da Media Capital, dona da TVI, por 440 milhões de euros, está integrada na estratégia do grupo de oferecer mais conteúdos aos consumidores.

Para já, os interessados, como os concorrentes da Media Capital e da MEO, dispõem de 10 dias após a divulgação do anúncio da AdC para enviarem para o regulador da concorrência os seus comentários ao negócio.

No dia 14 de julho, a MEO publicou o anúncio preliminar de OPA sobre a Media Capital, tendo por objeto a totalidade das 84,5 milhões de ações da media Capital, oferecendo como contrapartida um o preço de 2,5546 euros por ação.

No anúncio, a MEO adianta que a decisão de compra surgiu após a celebração a 13 de julho de um contrato de compra e venda de ações com a espanhola Prisa para a aquisição de 100% da sociedade Vertix SGPS, que detém 94,69% dos direitos de voto do Grupo Media Capital.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
ERC recebeu pedido de parecer da Concorrência sobre OPA da Altice