Arte

Estado perdeu 170 obras de arte

(Rui Manuel Fonseca / Global Imagens)
(Rui Manuel Fonseca / Global Imagens)

Há obras de Júlio Pomar, Vieira da Silva e João Cutileiro pertencentes ao Estado que têm “localização desconhecida”.

O Estado não sabe onde estão 170 obras da sua coleção de arte, segundo o Expresso. Fazem parte da Coleção da Secretaria de Estado da Cultura e foram-se evaporando desde 1976. Existem obras perdidas assinadas por artistas como Júlio Pomar, Vieira da Silva, Helena Almeida e João Cutileiro.

A Direção-Geral do Património Cultural está a realizar um inventário. Mas perdeu-se o rasto a obras que estavam em embaixadas, em gabinetes ministeriais e outros institutos públicos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Segurança Social pagou até hoje 992 milhões em apoios

O ex-ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. MIGUEL A. LOPES/LUSA

“Sinto-me qualificado, motivado e apoiado nestas funções”, diz Mário Centeno

défice

“Papel do BdP não se pode caracterizar pelo antagonismo e isolacionismo”

Estado perdeu 170 obras de arte