Faturas

Faturas com NIF comunicadas ao fisco subiram 46%

Fatura da Sorte estreou-se em 2014
Fatura da Sorte estreou-se em 2014

Há cada vez mais faturas a chegarem ao fisco com o NIF dos consumidores. O aumento entre 2014 e 2015 foi de 46%.

Os incentivos para os consumidores pedirem faturas e lhe associarem o seu NIF são cada vez mais. Começaram em 2013 e têm sido reforçados a cada ano. Os contribuintes têm respondido ao ‘apelo’ fiscal e no ano passado pediram mais 46% de faturas com a sua identificação do que no ano anterior.

No número total de faturas comunicadas, contudo, o crescimento foi maior em 2014 do que no ano passado. Entre janeiro e novembro do ano passado foram emitidas e enviadas ao portal da Autoridade Tributária e Aduaneira 4783 milhões de faturas emitidas em 2015. São mais 7,2% do que o observado no período homólogo do ano anterior. Aquele número não retrata ainda a totalidade do ano (faltam ainda as que têm data de dezembro) mas não deverá ultrapassar em muito os 4,8 mil milhões registado ao longo de 2014.

Os dados que comparam 2013 com 2014 revelam um quadro de subida bastante mais acentuada: de 4,2 mil milhões passou-se para os já referidos 4,8 mil milhões.

Já no que diz respeito ao universo das que têm o NIF dos consumidores, os dados disponíveis revelam que entre 2013 e 2014 se registou um acréscimo de 36%. Já de 2014 para 2015 o acréscimo está atualmente fixado nos 46,2%, podendo abrandar ou aumentar ainda mais consoantes os resultados que forem entretanto comunicados sobre as faturas emitidas em dezembro.

Em 2013, os contribuintes particulares tiveram o primeiro incentivo em associar o seu NIF às faturas. Não todas, mas apenas as de gastos realizados com refeições em restaurantes, cabeleireiros e afins ou com as reparações do carro. Em troca, o fisco oferecia (e continua a oferecer) um abatimento ao IRS equivalente a 15% do IVA suportado.

Em 2014 arrancou o concurso “Fatura da sorte”, com o fisco a atribuir um Audi A4 por semana. E como em qualquer jogo, a lógica é a mesma: quem mais faturas juntar, mais cupões terá para serem sorteados. Já em 2015, com a reforma do IRS, o fisco decidiu que somente as despesas com NIF podem ser descontadas ao IRS através das diversas gamas de deduções à coleta existentes.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

NUNO VEIGA / LUSA

Governo apresentou queixa contra 21 pedreiras em incumprimento

Outros conteúdos GMG
Faturas com NIF comunicadas ao fisco subiram 46%