Eurovisão

Festival Eurovisão da Canção (também) foi um sucesso na área da mobilidade

Lisboa, 08/05/2018 - Fãs das representações de vários países, esta tarde, durante a entrada no Altice Arena, para assistir à primeira semifinal do Festival da Eurovisão 2018.
( Gustavo Bom / Global Imagens )
Lisboa, 08/05/2018 - Fãs das representações de vários países, esta tarde, durante a entrada no Altice Arena, para assistir à primeira semifinal do Festival da Eurovisão 2018. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

Apesar do aumento do tráfego automóvel na zona do Parque das Nações durante o Festival Eurovisão da Canção, a fluidez do trânsito não se ressentiu.

O Parque das Nações recebeu na semana passada a final do Festival da Eurovisão da Canção. A PSE, empresa portuguesa que realiza projetos de análise de dados, resolveu medir o impacto deste evento na mobilidade nessa zona na cidade.

Na semana que antecedeu o evento, a zona do Parque das Nações teve um tráfego médio diário de cerca de 150 mil veículos e este valor manteve-se durante o período em que decorreu o certame. A diferença esteve na distribuição ao longo do dia e, muito particularmente, durante o período em que se realizaram as semifinais e final do Festival Eurovisão da Canção.

Se, entre as 9h00 e as 14h00, o tráfego médio diário não variou face à semana anterior, já entre as 14h00 e as 20h00, a altura tipicamente de maior tráfego no Parque das Nações, acabou por diminuir, em média, 21%. Foi pela noite dentro que se deu o esperado aumento: entre as 20h00 e as 24h00, subiu em média, por dia, 55% face à semana anterior.

Foi nas datas das semifinais e final que o Festival teve impacto na mobilidade no Parque das Nações. No horário das 20h00 às 24h00, o tráfego automóvel aumentou 106% no dia da 1ª Semifinal (mais 5.619 veículos por hora), 80% no dia da 2ª Semifinal (mais 5.356 veículos por hora) e 85% no dia da Grande Final (mais 5.039 veículos por hora, ou mais 20.155 veículos neste período horário).

No entanto, e apesar do aumento da circulação automóvel na zona, o impacto na fluidez do trânsito foi reduzido e acabou por mostrar o sucesso da organização também neste capítulo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 19/10/2018 - Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, fotografado nos estúdios da TSF antes da entrevista “A Vida do Dinheiro” do DV/TSF
( Gustavo Bom / Global Imagens )

Pedro Marques. “Investimento vai crescer 34% só no meu ministério”

venda-carros-novos-consumidor-2017-apresenta-leve-queda-album-886d083d8a98b46c22c0d6c819efd2597e8ce6fb

ASFAC: Crédito ao consumo mais caro vai afetar consumidores

Mário Centeno, ministro das Finanças. (Fotografia: Pedro Rocha / Global Imagens)

Ajustamento de Centeno será o terceiro maior do euro

Outros conteúdos GMG
Festival Eurovisão da Canção (também) foi um sucesso na área da mobilidade