Eurovisão

Festival Eurovisão da Canção (também) foi um sucesso na área da mobilidade

Lisboa, 08/05/2018 - Fãs das representações de vários países, esta tarde, durante a entrada no Altice Arena, para assistir à primeira semifinal do Festival da Eurovisão 2018.
( Gustavo Bom / Global Imagens )
Lisboa, 08/05/2018 - Fãs das representações de vários países, esta tarde, durante a entrada no Altice Arena, para assistir à primeira semifinal do Festival da Eurovisão 2018. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

Apesar do aumento do tráfego automóvel na zona do Parque das Nações durante o Festival Eurovisão da Canção, a fluidez do trânsito não se ressentiu.

O Parque das Nações recebeu na semana passada a final do Festival da Eurovisão da Canção. A PSE, empresa portuguesa que realiza projetos de análise de dados, resolveu medir o impacto deste evento na mobilidade nessa zona na cidade.

Na semana que antecedeu o evento, a zona do Parque das Nações teve um tráfego médio diário de cerca de 150 mil veículos e este valor manteve-se durante o período em que decorreu o certame. A diferença esteve na distribuição ao longo do dia e, muito particularmente, durante o período em que se realizaram as semifinais e final do Festival Eurovisão da Canção.

Se, entre as 9h00 e as 14h00, o tráfego médio diário não variou face à semana anterior, já entre as 14h00 e as 20h00, a altura tipicamente de maior tráfego no Parque das Nações, acabou por diminuir, em média, 21%. Foi pela noite dentro que se deu o esperado aumento: entre as 20h00 e as 24h00, subiu em média, por dia, 55% face à semana anterior.

Foi nas datas das semifinais e final que o Festival teve impacto na mobilidade no Parque das Nações. No horário das 20h00 às 24h00, o tráfego automóvel aumentou 106% no dia da 1ª Semifinal (mais 5.619 veículos por hora), 80% no dia da 2ª Semifinal (mais 5.356 veículos por hora) e 85% no dia da Grande Final (mais 5.039 veículos por hora, ou mais 20.155 veículos neste período horário).

No entanto, e apesar do aumento da circulação automóvel na zona, o impacto na fluidez do trânsito foi reduzido e acabou por mostrar o sucesso da organização também neste capítulo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Pedro Queiroz Pereira

Pedro Queiroz Pereira deixa império de mil milhões

Pedro Queiroz Pereira, presidente do conselho de administração da Semapa

Semapa: “Mais do que um património, PQP deixa força e deixa valores”

Bruno Bobone

Bruno Bobone: PQP “era um exemplo de coragem e persistência”

Outros conteúdos GMG
Festival Eurovisão da Canção (também) foi um sucesso na área da mobilidade