Energia

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Parque Eólico
Parque Eólico Fernando Fontes / Global Imagens

Com esta aquisição, a portuguesa Finerge torna-se o sexto maior operador de energia eólica da Península Ibérica.

Segunda maior produtora de energia eólica em Portugal, a Finerge chegou a acordo com a EDP Renováveis para a aquisição da totalidade da participação de sete parques eólicos, num total de 242,4 MW de capacidade instalada, em Espanha, anunciou a empresa em comunicado.

Os parques eólicos terrestres adquiridos pela Finerge estão localizados nas províncias de Ávila e de Tarragona e têm uma produção anual de 656 GWh, gerando uma faturação de cerca de 60 milhões de euros. A carteira total está em operação há nove anos, em média. A empresa estima que a transação, ainda sujeita a aprovações regulamentares, esteja concluída no quarto trimestre de 2020,

“Esta operação representa um incremento de 22% da capacidade instalada da Finerge e insere-se numa lógica de expansão e crescimento na Península Ibérica, depois de, no ano passado, terem sido adquiridas seis centrais fotovoltaicas em Espanha, com uma capacidade instalada de 8,1 MW”, nota a operadora. Agora, passa a ter uma capacidade instalada de 250,5 MW em Espanha, tornando-se o sexto maior operador eólico da Península Ibérica, com um total de cerca de 1320 MW de capacidade instalada, indica.

“Tal como anunciámos ser nossa intenção, estamos a expandir o nosso portefólio na Península Ibérica. Esta é uma aquisição muito importante, que nos garante um lugar de destaque na produção de energia eólica em Espanha. No atual contexto é importante que as empresas continuem a investir. Desse ponto de vista esta aquisição é uma prova de confiança no futuro deste setor” sublinha Pedro Norton.

O CEO da Finerge reforça que “esta é a primeira grande operação realizada desde a criação da Divisão de Crescimento da Finerge, sediada em Lisboa desde Maio e para a qual continuamos a recrutar” e que “o objetivo é continuar a fazer investimentos que aportem valor à empresa e aos seus acionistas”.

A companhia tem um total de 46 parques eólicos e quatro parques solares, em Portugal, e seis centrais solares fotovoltaicas em Espanha, à quais junta estes sete parques eólicos recém-adquiridos. E é responsável por 200 postos de trabalho diretos e indiretos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

(João Silva/ Global Imagens)

Estrangeiros compraram menos casas em Portugal em 2019. Preço por imóvel subiu

dgs covid portugal coronavirus

Mais cinco mortos e 463 infetados por covid-19 em Portugal

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha