aviação

Vai viajar de avião? Siga estes conselhos (pela sua saúde)

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Veja na fotogaleria alguns conselhos a seguir para evitar a exposição a situações de risco numa viagem a milhares de pés de altitude.

Se quer evitar ficar doente numa viagem de avião, deve evitar os lugares do lado do corredor e na zona mais central do aparelho. O conselho é dado pelo especialista e microbiologista Charles Gerba, que realizou um estudo sobre a transmissão de vírus em aviões.

Este estudo foi feito pela observação do comportamento dos passageiros durante dez voos com mais de 1.500 passageiros e 40 membros da tripulação. Foram analisadas as rotinas das pessoas durante a viagem, como o número de vezes que circularam pelo avião, a frequência com que utilizaram a casa de banho ou quanto tempo estiveram em contacto com outros passageiros.

Leia também: Estas são as viagens que todos devemos fazer uma vez na vida

O estudo conclui que 38% dos passageiros se levanta durante a viagem e os passageiros que estão sentados nas filas dos corredores estão mais expostos a germes e ao movimento de pessoas do que aqueles que se posicionam no meio ou à janela.

O estudo revela ainda que se uma hospedeira estiver infetada com algum vírus há a probabilidade de este ser transmitido a 5 passageiros, devido ao elevado contacto com as outras pessoas do voo.

Como o avião é um espaço pequeno e fechado, com um elevado número de pessoas que estão bastante próximas durante várias horas, a probabilidade de serem transmitidas bactérias e possíveis vírus é elevada. Veja na fotogaleria alguns conselhos a seguir para evitar estar exposto a situações de risco numa viagem a milhares de pés de altitude.

 

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Ramalho (Novo Banco), Luís Pereira Coutinho (Banco Postal), Nuno Amado (BCP) e António Vieira Monteiro (Santander Totta). Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Transferências bancárias imediatas sim, mas com custos

Fotografia: Leonardo Negrão / Global Imagens

Lesados do Banif pedem indemnização de 100 milhões a Portugal e a Bruxelas

As associações representativas dos taxistas marcaram para esta quarta-feira uma manifestação nacional contra a promulgação pelo Presidente da República do diploma que regula as plataformas electrónicas de transporte como a Uber, Cabify, Taxify e Chaffeur Privé. Manifestação de Lisboa.
Táxis junto à rotunda do Marquês de Pombal 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Plataformas de transportes ganham pouco com concentração dos taxistas

Outros conteúdos GMG
Vai viajar de avião? Siga estes conselhos (pela sua saúde)