Incêndios

Góis investe 600 mil euros para recuperar estradas afetadas pelos incêndios

Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens
Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens

A Câmara de Góis vai investir cerca de 600 mil euros na reparação de estradas e caminhos do concelho danificados pelos incêndios de 2017.

A Câmara de Góis vai investir cerca de 600 mil euros na reparação de estradas e caminhos do concelho danificados pelos incêndios de 2017, disse esta sexta-feira à agência Lusa, a presidente da Câmara, Lurdes Castanheira.

As obras, já contratualizadas pelo município com uma empresa do setor, deverão ser executadas no prazo de 120 dias.

A empreitada abrange designadamente a reparação e marcação do pavimento e a substituição de sinalização vertical de estradas e caminhos municipais na União de Freguesias de Cadafaz e Colmeal e na Freguesia de Alvares, com uma extensão global de cerca de 45 quilómetros, 34 quilómetros dos quais na freguesia de Alvares.

Alvares foi uma das zonas do município de Góis, no interior do distrito de Coimbra, mais atingidas pelas chamas que deflagraram, em 17 de junho, perto de Pedrógão Grande e que alastraram a concelhos vizinhos dos distritos de Coimbra e de Leiria.

O custo dos trabalhos é suportado por fundos disponibilizados pela administração central, através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), no âmbito dos programas de apoio para a reconstrução das áreas atingidas pelos fogos de junho, referiu a autarca que, eleita pelo PS, cumpre o terceiro mandato consecutivo à frente da Câmara de Góis.

Em janeiro de 2017, a Câmara Municipal de Góis tinha reabilitado a rede viária do concelho, mas os incêndios de junho e de outubro desse destruíram por completo essa intervenção, salienta Lurdes Castanheira.

Para esses trabalhos de requalificação da rede viária, o município de Góis contraiu um empréstimo de cerca de meio milhão de euros, que “está agora a pagar”, recorda a autarca, sublinhando que as obras agora contratualizadas abrangem apenas os danos nas estradas e caminhos municipais provocados pelos fogos de junho.

Continua a faltar intervir nas vias afetadas pelos incêndios de outubro de 2017 (que também tinham sido genericamente requalificadas pela autarquia no início do ano).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Góis investe 600 mil euros para recuperar estradas afetadas pelos incêndios