OE 2016

Governo revê em ligeira alta desemprego para este ano

Governo prevê um crescimento de 0,8% no total de emprego em Portugal ao longo de 2016 e um crescimento de 2,1% nas remunerações por trabalhador

O executivo antecipa uma taxa de desemprego média de 11,3% ao longo deste ano, um valor que está ligeiramente acima dos 11,2% previstos inicialmente no plano orçamental enviado a Bruxelas no final de janeiro.

Segundo Mário Centeno, o executivo antecipa um crescimento de 0,8% no total de empregos na economia portuguesa, daí a previsão de quebra na taxa de desemprego em 2016 face aos 11,8% contabilizados recentemente pelo INE em dezembro.

O governo antecipa igualmente um aumento de 2,1% nas remunerações por trabalhador na economia portuguesa, “colocando os custos unitários do trabalho a um nível semelhante à dos nossos principais parceiros comerciais”, disse Centeno.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
The World Economic Forum, Davos
Fabrice COFFRINI/AFP

Líderes rumam a Davos para debater a nova desordem mundial

Mário Centeno

Privados pedem ao Estado 1,4 mil milhões de euros em indemnizações

Luis Cabral, economista.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Luís Cabral: “Pobreza já não é só ganhar 2 dólares/dia”

Governo revê em ligeira alta desemprego para este ano