Lucro da Sonaecom cai 52,7% para 22,8 ME em 2017

O lucro da Sonaecom atribuível ao grupo caiu 52,7% no ano passado, face a 2016, para 22,8 milhões de euros, anunciou hoje a dona do jornal Público e da tecnológica WeDo Technologies.

O lucro da Sonaecom atribuível ao grupo caiu 52,7% no ano passado, face a 2016, para 22,8 milhões de euros, anunciou hoje a dona do jornal Público e da tecnológica WeDo Technologies.


Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonaecom adianta que o volume de negócios no período em análise subiu 6,9% para 139,6 milhões de euros, “impulsionado sobretudo pela área de tecnologia”.


O volume de negócios na área da tecnologia aumentou 7,9% para 125,9 milhões de euros, com os mercados internacionais a pesarem mais de 50%.


O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) subiu 52,3% para 27,3 milhões de euros.


Sobre o jornal Público, a Sonaecom destaca que “o desempenho positivo das receitas de publicidade ‘online’, conjuntamente com um crescimento das receitas de subscrição ‘online’, geraram um crescimento de 0,3% no total das receitas, quando comparadas no ano anterior”.


Por sua vez, a circulação total paga do diário cresceu 6% e o EBITDA recorrente, “apesar de negativo, registou um crescimento de 11%”.


O Conselho de Administração da Sonaecom vai propor o pagamento de um dividendo bruto de 3,7 cêntimos por ação.



Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, durante a inauguração das Escadinhas da Saúde rolantes, ao Martim Moniz. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Crescimento do turismo em 2019 é o mais baixo desde a última crise

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP.
JOÃO RELVAS/LUSA

Bancos ganharam mais de 5,2 milhões por dia

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do 1.º trimestre de 2019, Lisboa, 9 de maio de 2019. JOÃO RELVAS/LUSA

BCP vai fazer uma proposta de distribuição de dividendos “muito conservadora”

Lucro da Sonaecom cai 52,7% para 22,8 ME em 2017