Madeira

Madeira investe 1,2 milhões na canalização de ribeira

Levada_Madeira

O Governo da Madeira investiu 1,2 milhões de euros na construção de muralhas na ribeira da Corujeira, no Funchal.

O Governo da Madeira investiu 1,2 milhões de euros na construção de muralhas na ribeira da Corujeira, no Funchal, num troço de apenas 500 metros, uma obra “fundamental” para a segurança dos moradores, indicou hoje o vice-presidente do executivo.

“As pessoas quase nem dão por ela [a obra], mas estamos a falar de um aglomerado populacional com mais de 1.500 pessoas”, disse Pedro Calado, durante uma visita ao local, na freguesia do Monte, lembrando que a área foi “muito fustigada” no temporal de 20 de fevereiro de 2010.

O governante sublinhou que desde 2015 o executivo investiu cerca de 50 milhões de euros na consolidação de escarpas e taludes e obras de canalização nas três grandes ribeiras que atravessam o centro do Funchal – João Gomes, Santa Luzia e São João – o que, vincou, indica uma aposta na segurança.

“O Governo Regional não vai atrás de fantochadas. Estamos no terreno e agimos com as pessoas e para as pessoas”, afirmou Pedro Calado, realçando que o importante é garantir a segurança e agir em conformidade com as necessidades das populações.

No caso da Ribeira da Corujeira, a consolidação dos muros ao longo de 500 metros visa proteger diretamente um aglomerado de 50 famílias, muitas das quais colaboraram com a cedência de terrenos.

A obra teve início em 2017 e deverá ficar concluída em novembro deste ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Madeira investe 1,2 milhões na canalização de ribeira