aviação

Marcelo quer “melhor solução possível” para haver “uma TAP portuguesa”

marcelo
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. RODRIGO ANTUNES/LUSA

O Presidente da República desejou hoje que se encontre “a melhor solução possível” para que o país continue a ter “uma TAP portuguesa, que prossiga o interesse de Portugal”, recusando pronunciar-se se seria preferível uma gestão pública ou privada.

“Para mim o que interessa é o seguinte: que, neste momento, se encontre a melhor solução possível – as companhias de aviação estão todas numa situação dramática -, a melhor solução possível para continuarmos a ter uma TAP portuguesa”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, questionado pelos jornalistas sobre a hipótese de nacionalização da empresa no final de uma cerimónia de comemorações dos 150 anos do nascimento de Alfredo da Silva, criador do grupo CUF, em Lisboa.

Questionado se deixar falir a TAP não é uma hipótese, respondeu: “Decorre da minha posição que certamente não é uma hipótese que permita a Portugal ter uma empresa que salvaguarde os interesses portugueses, não é”.

O chefe de Estado explicou que tal significa, na sua opinião, uma companhia aérea que “prossiga o interesse de Portugal” em três aspetos: assegurar as ligações entre o Continente e as Regiões Autónomas de Açores e Madeira, e de Portugal com as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo e com os países de língua oficial portuguesa.

“Depois a concretização… vamos esperar, não tem o Presidente da República de se pronunciar sobre um processo em curso com vários cenários”, disse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Paulo Fernandes, presidente da Cofina

Cofina avança para OPA a 100% da Media Capital

Aviao TAP

TAP reforça rede em outubro: 82 rotas e 666 voos semanais no plano

Fotografia: Manuel de Almeida/EPA

Concorrência foi notificada quinta-feira do reforço do Estado na TAP

Marcelo quer “melhor solução possível” para haver “uma TAP portuguesa”