Energia

Mexia: “Temos estado prontos para o futuro. Esqueçam as nuvens”

(Orlando Almeida / Global Imagens)
(Orlando Almeida / Global Imagens)

"As nuvens já passaram" e a EDP está na linha da frente para a transição energética que está a ocorrer, disse António Mexia.

O plano de transformação anunciado esta terça-feira pela EDP mostra que a empresa está bem posicionada para a transição energética para as energias ‘verdes’ e é a melhor opção para investidores que querem estar expostos à mudança que está a ocorrer no setor, disse António Mexia, presidente executivo da elétrica.

“Todos são verdes mas nós somos mais verdes”, afirmou Mexia a investidores, numa apresentação do plano de atualização estratégica, esta terça-feira, em Londres.

“Temos estado prontos para o futuro. Esqueçam as nuvens”, adiantou.

A empresa anunciou ontem que registou em 2018 o lucro líquido mais baixo desde 2004 devido medidas regulatórias em Portugal que levaram a elétrica a registar prejuízos na atividade doméstica, a primeira vez desde o início da privatização da empresa em 1997.

O plano anunciado hoje inclui o pagamento de 3.000 milhões de euros em dividendos aos acionistas entre 2019 e 2022.

“Nuvens piores do que as que já vivemos? É impossível (voltar a acontecer)”, sublinhou, após recordar a crise em Portugal, que até levantou especulação de que o país poderia sair da zona euro, além das medidas regulatórias recentes em Portugal.

Mexia adiantou que o conselho geral de supervisão da EDP aprovou ontem este plano para o período 2019-2022.

*A jornalista viajou a Londres convite da EDP.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal

BES: Processos contra Banco de Portugal caem para metade

O primeiro-ministro, António Costa, gesticula durante o debate quinzenal na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de março de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

António Costa: “Portugal vai continuar a crescer acima da média europeia”

Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/ LUSA

Rendas na energia: João Matos Fernandes encontrou “ambiente crispado”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Mexia: “Temos estado prontos para o futuro. Esqueçam as nuvens”