Moody’s mantém em “estável” a perspetiva do sistema bancário português

A agência de 'rating' Moody's mantém em "estável" a perspetiva do sistema bancário português, considerando que, apesar da "aceleração" da economia, manterá ativos e capital estáveis mas "frágeis".

A agência de ‘rating’ Moody’s mantém em “estável” a perspetiva do sistema bancário português, considerando que, apesar da “aceleração” da economia, manterá ativos e capital estáveis mas “frágeis”.


Num comunicado hoje divulgado, a agência norte-americana defende que o nível dos ativos problemáticos da banca portuguesa “permanecerá elevado”, apesar de prever que o “crescimento sustentado da economia” portuguesa reduzirá de forma “leve” os problemas de crédito bancário.


No documento, que recolhe as expectativas da Moody’s para os próximos 12 a 18 meses, a agência sublinha que apesar de uma diminuição dos créditos problemáticos em Portugal, estes permanecerão elevados em relação aos níveis do resto da Europa.


Neste sentido, a Moody’s sublinha que os empréstimos de risco alcançaram em média em Portugal 17,5% no final de junho, acima dos 4,5% na União Europeia.


Da mesma forma, adianta a Moody’s, o capital dos bancos portugueses manter-se-á mais fraco do que a média da zona euro.


Contudo, a agência reconhece os progressos realizados no sistema bancário nos últimos anos no que toca, entre outros, à liquidez, principalmente graças à formação de uma base de depósitos “resiliente” e uma menor procura de empréstimos.


A Moody’s insiste, como em setembro de 2017, que o ambiente operacional para os bancos portugueses deverá melhorar devido ao aumento do investimento e das exportações sustentados pelo crescimento da economia, acompanhado pela queda do desemprego.


O documento da Moody’s surge um dia depois da conclusão da venda do Novo Banco ao fundo norte-americano Lone Star.


Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Moody’s mantém em “estável” a perspetiva do sistema bancário português