orçamento participativo

Orçamento Participativo de Portugal aumenta para 5 milhões

O Orçamento participativo de 2018 vai contemplar projetos no valor de cinco milhões de euros.

O Orçamento participativo de 2018 vai contemplar projetos no valor de cinco milhões de euros e evocar o 25 de Abril, com encontros em locais da ação do Movimento das Forças Armadas, anunciou hoje o Governo.

O aumento de três para cinco milhões de euros da dotação do Orçamento participativo (OP) de Portugal, que pela primeira vez é alargado a “todas as áreas da governação”, foi comunicado pelo gabinete da Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca.

A segunda edição desta iniciativa, segundo a qual os cidadãos candidatam propostas de investimento e votam nos projetos a realizar pelo Governo, vai evocar a Revolução dos Cravos, com o “roteiro de encontros participativos” pelo país a “reproduzir geograficamente locais relevantes para a ação militar do 25 de Abril, levado a cabo pelo Movimento das Forças Armadas”.

Os encontros, que decorrerão na rede de bibliotecas públicas e municipais e de Espaços Cidadão, começarão em Lagos, a 20 de fevereiro, e culminam em Lisboa, no dia 24 de abril, passando por 16 outros locais, de norte a sul e ilhas.

As propostas podem ser submetidas desde dia 24 de janeiro através da página do Orçamento participativo na internet, em www.opp.gov.pt..

De acordo com o Governo, em 2017 mais de 2000 pessoas nestes encontros, estiveram em votação 600 propostas, estando atualmente em fase de concretização os 38 projetos que recolheram a maioria dos cerca de 80 mil votos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Governo reúne motoristas e patrões em nova maratona de “intransigências”

Posto de abastecimento de combustíveis REPA (Rede Estratégica de Postos de Abastecimento) no Porto (ESTELA SILVA/LUSA)

Revendedores de combustíveis esperam acordo “o mais brevemente possível”

Outros conteúdos GMG
Orçamento Participativo de Portugal aumenta para 5 milhões