a vida do dinheiro

Pedro Duarte defende eleições no PSD o “quanto antes”

A carregar player...

Foi o primeiro a desafiar a liderança de Rui Rio, apenas oito meses depois da escolha do atual líder do PSD. Defende uma mudança antes das eleições.

No início de agosto assumiu a disponibilidade para ser líder do PSD, apenas oito meses depois das eleições que deram a Rui Rio a presidência do maior partido da oposição. Pedro Duarte acredita que a mudança de estratégia que pediu não se concretizou e defende que os sociais-democratas devem escolher um novo líder o mais depressa possível antes das legislativas do próximo ano.

“Quanto antes melhor, a bem do país” sublinha em entrevista ao Dinheiro Vivo/TSF, garantindo que não está “a pensar no interesse do PSD, nem das consequências eleitorais disso. O país precisa de alguém na política que comece a falar de coisas diferentes que digam respeito à vida das pessoas”. Para o ex-deputado do PSD, atualmente a trabalhar na Microsoft Portugal, o partido “deve mudar de estratégia e, parece-me evidente que, para mudar de estratégia vai ser essencial mudar de liderança, porque o próprio líder não vai mudar”, antecipa.

Mas admite recuar caso surja um protagonista que considere ter “capacidade” para levar a cabo a ideia que tem para o país, sem nunca referir nomes porque “não personalizo, nem fulanizo”. “Se vir que estas ideias são implementadas por outro, acreditem que ficarei muito feliz e serei o primeiro a apoiar na medida do que posso”, garante.

Nesta entrevista que poderá ler na íntegra no Dinheiro Vivo no domingo, o antigo líder da JSD garante que se sente confortável no PSD e acredita que a sugestão de Rui Rio para que quem estivesse em discordância abandonasse o partido não era para ele. “Não sei em quem estava a pensar, mas estou convicto de que não seria para mim. Tenho muitos anos de militância no PSD e, se calhar, muitas horas de militância do PSD. Esta contabilidade poderá não fazer muito sentido, mas talvez tenha estado mais tempo em convergência com as lideranças conjunturais do PSD do que outras pessoas, designadamente o Dr. Rui Rio” atira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Pedro Duarte defende eleições no PSD o “quanto antes”