Tecnologia

Plataforma de pagamentos online Stripe lançada em Portugal

_98732890_stripe1111

Os preços da Stripe começam em 1,4% + 0,25 € por cada pagamento em cartão efetuado em Portugal.

Avaliada em 22,5 mil milhões de dólares, a plataforma global de pagamentos Stripe é lançada esta terça-feira em Portugal, expandindo-se assim para mais oito mercados europeus. Na prática, a Stripe permite que os negócios online possam aceitar pagamentos em mais de 130 moedas “em menos de 10 minutos”.

A Stripe processa milhares de milhões de dólares por ano para milhões de empresas, incluindo startups e grandes empresas como a Google, Amazon, Uber e a Shopify. Em Portugal, por exemplo, a Findster já está a usar a Stripe para oferecer serviços aos seus clientes de todo o mundo.

Outros exemplos de empresas portuguesas que recorrem à plataforma da Stripe são a Unbabel e a Uniplaces, informa a empresa em comunicado. Os preços da Stripe começam em 1,4% + 0,25 € por cada pagamento em cartão efetuado em Portugal.

“Portugal tem grandes talentos ao nível do empreendedorismo e das tecnologias e por isso acreditamos que cada vez mais empresas portuguesas se pretendam expandir globalmente,” afirma Guillaume Prince, Diretor da Stripe para a Europa Continental. “A Stripe visa dotar cada vez mais empresas portuguesas dos recursos necessários para exportarem a sua criatividade e ambição para o resto do mundo”, sublinhou.

Além de aceitar pagamentos dos métodos mais populares em todo o mundo – Visa, MC, Amex, Alipay, WeChatPay e Multibanco, em Portugal -, as empresas podem usar a Stripe para fazer tarefas de contabilidade, faturação, pagamentos a terceiros e otimização de pagamentos móveis. Os utilizadores também têm acesso às mobile wallets, como o Apple Pay e o Google Pay.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
President of the European Commission Ursula von der Leyen (L) and President of the European Council Charles Michel give a press conference during the second day of a special European Council summit in Brussels on February 21, 2020, held to discuss the next long-term budget of the European Union (EU). (Photo by kenzo tribouillard / AFP)

Conselho Europeu termina em Bruxelas sem acordo

Diretor-geral da fábrica da PSA Mangualde, José Maria Castro, fotografado na linha de montagem. (Fernando Fontes / Global Imagens )

Futuro da PSA Mangualde depende de apoio do Governo a projeto de 18 milhões

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, discursa durante o almoço-debate "Os Desafios da Ferrovia: Infraestrutura, Serviços e Indústria", organizado pelo International Club of Portugal num hotel de Lisboa, 21 de fevereiro de 2020. TIAGO PETINGA/LUSA

Prejuízo da TAP “não foi um desvio qualquer” e já devia ter tido lucro

Plataforma de pagamentos online Stripe lançada em Portugal