Tecnologia

Portugueses da DefinedCrowd juntam-se à IBM e facilitam a vida de programadores

Daniela Braga, CEO e fundadora da DefinedCrowd, startup portuguesa que está presente na área da inteligência artificial. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Daniela Braga, CEO e fundadora da DefinedCrowd, startup portuguesa que está presente na área da inteligência artificial. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Startup de inteligência artificial integra plataforma Watson Studio e reduz tempo de tratamento de dados para construção de sistemas.

A startup portuguesa DefinedCrowd assinou uma parceria com a IBM, uma das tecnológicas mais relevantes do mundo. O produto desenvolvido pela empresa portuguesa que funciona na área da inteligência artificial já está integrado na plataforma Watson Studio da IBM, de acordo com o anúncio feito esta sexta-feira pela startup liderada por Daniela Braga.

Com a integração do sistema da DefinedCrowd, os utilizadores da IBM Watson Studio poderão recolher, estruturar e enriquecer dados de treino diretamente da plataforma, sempre com garantia de alta qualidade. Isto é possível porque a tecnológica portuguesa criou um interface próprio para a plataforma da IBM.

“A DefinedCrowd dá mais poder a todos os cientistas de dados para competirem e se diferenciarem ao fornecer uma solução diretamente na plataforma para treinar dados de alta qualidade na ponta dos dedos”, destaca Armand Ruiz, gestor de produto da IBM Watson Studio, em publicação feita na plataforma Medium.

Além de simplificar o trabalho de programadores e cientistas de dados, reduz-se o tempo de tratamento destes mesmos dados. Estima-se que 90% dos dados gerados em todo o mundo não estejam devidamente estruturados.

A IBM já era uma das clientes da DefinedCrowd; com esta parceria, reforça a ligação às duas empresas.

Nascida em agosto de 2015, a DefinedCrowd é uma startup fundada pela portuguesa Daniela Braga que fornece dados de alta qualidade para que possamos falar, por exemplo, com a assistente pessoal inteligente Alexa, que está presente nas colunas Echo, da Amazon. Em julho, a DefinedCrowd fechou uma ronda de investimento, em série A, de 11,8 milhões de dólares (10,1 milhões de euros). Este montante vai servir para duplicar a equipa, desenvolver a plataforma e ganhar quota de mercado a nível mundial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/Pedro Nunes/File Photo

Programa de arrendamento acessível arranca a 1 de julho. Tudo o que deve saber

Fotografia: Pedro Rocha/Global Imagens

Governo questiona RTP sobre não transmissão de Jogos de Minsk

DHL Express Store2

DHL Express vai investir até 600 mil euros em rede de lojas pelo país

Outros conteúdos GMG
Portugueses da DefinedCrowd juntam-se à IBM e facilitam a vida de programadores