escolas

Programa de matemática vai ser adequado às faixas etárias

Ministro da Educação . Fotografia: Maria João Gala / Global Imagens
Ministro da Educação . Fotografia: Maria João Gala / Global Imagens

O programa de matemática do básico e secundário vão ter novas orientações já no próximo ano letivo. Conteúdos serão adaptados à idade dos alunos

Demasiado extenso, demasiado abstrato e com antecipação de conteúdos desadequados à idade dos alunos. Estas eram as principias críticas que professores e Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) apontavam ao programa de matemática que arrancou em 2013, pela mão de Nuno Crato, a quem Passos Coelho entregou a pasta da Educação. Perante este quadro, Tiago Brandão Rodrigues, o atual ministro da Educação decidiu intervir e as novas orientações do programa e metas (que se mantêm em vigor), dão margem às escolas para fazerem uma gestão flexíveis.

O documento que traça as orientações para a gestão dos programas e metas de matemática já seguiu para as escolas e resulta do trabalho feito em conjunto com a SPM, professos de matemática dos dois graus de ensino visados e da Associação de Professores de Matemática.

As novas regras permitem uma gestão flexível do programa visando a identificação de conteúdos que podem ser lecionados ao longo do ciclo, admitindo a possibilidade de haver objetivos a atingir em anos diferentes do inicialmente previsto; de conteúdos que podem ser lecionados em ciclos distintos; e de conteúdos não fundamentais e que, por isso, podem ser facultativos.

“Esta flexibilização da gestão dos Programas é um primeiro passo na indução generalizada de flexibilização do currículo que se desenhará após a aprovação do perfil de aprendizagem dos alunos no final dos 12 anos de escolaridade, atualmente a ser preparado por um Grupo de Trabalho nomeado pelo Secretário de Estado da Educação”, refere o Ministério em comunicado.

Este trabalho, visou dar resposta aos principais problemas identificados no programa introduzido em 2013, nomeadamente a extensa carga de conteúdos, que não permitam aos alunos consolidar a aprendizagem e a antecipação de matérias que em muitos casos eram consideradas inadequadas para a idade dos alunos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(REUTERS/Kevin Coombs)

Acordo para o brexit com pouco impacto para Portugal

London Mayor Boris Johnson speaks at a Vote Leave rally in Newcastle, Britain April 16, 2016. REUTERS/Andrew Yates

Deputados tentam adiar Brexit. Boris Johnson não quer esperar mais

Emmanuel Macron, Presidente de França, com Angela Merkel, Chanceler da Alemanha. EPA/OMER MESSINGER

França: Novo adiamento do Brexit não interessa a ninguém

Outros conteúdos GMG
Programa de matemática vai ser adequado às faixas etárias