Ambiente

Sociedade Ponto Verde. 44% das embalagens de plástico foram recicladas em 2018

Lixo, Centro de Triagem do Lumiar para ser reciclado.
( Jorge Amaral/Global Imagens )
Lixo, Centro de Triagem do Lumiar para ser reciclado. ( Jorge Amaral/Global Imagens )

Portugal reciclou cerca de 44% das embalagens de plástico em 2018, superando as metas europeias para a taxa de reciclagem específica destas embalagens, com 72 mil toneladas recolhidas, segundo a Sociedade Ponto Verde (SPV).

Em comunicado, empresa responsável pela reciclagem dos resíduos de embalagens sublinhou que a meta europeia se situava nos 22,5%, lembrando que este objetivo diz respeito às embalagens e não a todos os resíduos de plástico.

A associação ambientalista Zero denunciou hoje que só 12% do plástico dos resíduos urbanos foram reciclados em 2018, mas, segundo a SPV, as 600 mil toneladas de plástico referidas pela Zero incluem outros resíduos urbanos de plástico além das embalagens.

“A taxa de reciclagem específica das embalagens de plástico integra a taxa global nacional de reciclagem dos plásticos, apurada pela Agência Portuguesa do Ambiente” (APA), explicam em comunicado, acrescentado que os dados da APA incluem outros resíduos e que só as embalagens, reportadas pela SPV, são elegíveis para o cumprimento da meta específica.

A empresa adiantou ainda que no primeiro semestre de 2019 foram recolhidas no ecoponto amarelo cerca de 30 mil toneladas de embalagens de plástico, um aumento de 5% em relação ao período homologo do ano anterior.

A Sociedade Ponto Verde é uma das cerca de 50 empresas que subscreveram hoje o Pacto Português para os Plásticos, um compromisso que visa atingir 100% de plástico reciclável nas embalagens até 2025, entre outras metas.

Lançado pela associação do setor dos resíduos Smart Waste e a fundação Ellen MacArthur, os aderentes ao pacto querem também chegar a 2025 com todo o plástico novo fabricado a incorporar 30% de reciclado e com 70% das embalagens usadas a serem feitas com plástico reciclado.

Em comunicado, a diretora executiva da SPV, Ana Isabel Trigo Morais, reconhece que o plástico vai continuar a fazer parte do ciclo de consumo, acrescentando que “é importante que todos os agentes tenham o seu contributo ativo em matéria de circularidade, sustentabilidade e reciclabilidade deste material”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo estima que mais de um terço dos empregados fique em lay-off

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Sociedade Ponto Verde. 44% das embalagens de plástico foram recicladas em 2018