Web Summit 2019

Tecnologia que desenvolve nanossensor para ajudar diabéticos vence Web Summit

Maria Hahn, CEO da Nutrix recebeu o prémio de Pedro Miranda, CEO da Siemens Portugal no palco principal da Web Summit 2019
Sam Barnes/Web Summit via Sportsfile
Maria Hahn, CEO da Nutrix recebeu o prémio de Pedro Miranda, CEO da Siemens Portugal no palco principal da Web Summit 2019 Sam Barnes/Web Summit via Sportsfile

Nanossensor para os dentes faz a monitorização dos níveis de glicose em tempo real e evita uso de agulhas

Chama-se Nutrix, veio da Suíça e venceu esta tarde, em Lisboa, o concurso da Web Summit para empresas em fase inicial. A distinção deve-se ao desenvolvimento de um nanossensor para monitorizar o nível de glicose no sangue.

O anúncio foi feito no palco principal do evento, na Altice Arena, depois de uma final com três empresas, de um total de 135 selecionadas para concorrerem a este prémio. Maria Hahn, CEO da Nutrix recebeu o prémio das mãos de Pedro Miranda, CEO da Siemens Portugal. Além do veredicto dos jurados, também contaram as votações dos participantes no evento (feitas através da aplicação da Web Summit), naquela que acabou por ser uma decisão unânime entre júri e público.

E o que faz a Nutrix, sediada em Basileia, na Suíça? A empresa criou um nanossensor que se coloca nos dentes e faz a monitorização dos níveis de glicose pela saliva em tempo real, um indicador fundamental para quem sofre de diabetes. Isto sem ser preciso recorrer ao uso de agulhas. Funciona, dessa forma, como um autocolante que se cola num dente.

A startup ainda a dar os primeiros passos nasceu após um concurso do MIT (universidade de Boston, nos EUA) foi à Web Summit para conseguir investimento e atenção. A tecnologia permite tirar mais dados da saliva do que a glicose, mas a empresa foca-se, para já, nessa área devido ao grande número de pessoas com diabetes a nível mundial.

As outras duas finalistas do concurso incluíram um serviço de viagens por subscrição e também um gato virtual que consegue enviar cartas a crianças espalhadas pelo mundo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Tecnologia que desenvolve nanossensor para ajudar diabéticos vence Web Summit