fazedores

Estas mochilas usam o sol para carregar telemóveis em três horas

Yesika Aguilera, co-fundadora e responsável de marketing da Tespack, durante o Digital Freedom Festival, realizado em novembro em Riga, Letónia. Fotografia: DR
Yesika Aguilera, co-fundadora e responsável de marketing da Tespack, durante o Digital Freedom Festival, realizado em novembro em Riga, Letónia. Fotografia: DR

Painéis solares integrados em mochilas têm uma eficiência superior a 20% e até permitem carregamento de tablets e computadores portáteis.

Há uma empresa que a partir da Finlândia está a mudar a vida de quem não consegue estar ligado à corrente para carregar o telemóvel, o tablet ou mesmo o computador portátil. As mochilas solares da Tespack pesam pouco mais de 400 gramas e incluem painéis solares com uma eficiência acima da média. Graças a esta tecnologia, duas co-fundadoras desta startup foram reconhecidas pela revista Forbes entre as 30 personalidades mais influentes da Europa na área da indústria.

Criámos mochilas portáteis que funcionam com energia solar e que carregam qualquer aparelho em três horas. É considerado um dos equipamentos mais eficientes do mercado porque usamos painéis com 22% de eficiência – normalmente, estes painéis têm uma eficiência entre 13% e 17%”, refere Yesika Aguilera, uma das fundadoras da Tespack, em entrevista ao Dinheiro Vivo. A tecnologia incorporada neste painel permite mesmo que os equipamentos sejam carregados “quando a mochila está encostada à janela”.

Cada mochila tem um painel que carrega totalmente os telemóveis em três horas graças a baterias com 20 000 amperes e que pesam 350 gramas. “Dá para 10 recargas de um telemóvel ou permite que um computador portátil funcione 10 horas consecutivas”, acrescenta esta fazedora, que foi entrevista em Riga, na Letónia, durante o Digital Freedom Festival.

Leia mais: Digital Freedom. Neste festival há banhos de gelo, política e meditação

Testada nos cenários mais extremos como o Kilimanjaro, as mochilas da Tespack receberam certificação internacional e são vendidas para todo o mundo através da internet. A sede da startup está na Finlândia mas também há um centro de desenvolvimento em Espanha. Alguns dos componentes da mochila são produzidos na Europa e na China.

Yesika Aguilera é uma das três pessoas que fundaram a Tespack, em conjunto com Mario Aguilera e Caritta Seppa. A ideia para estas mochilas surgiu quando Mario Aguilera estava nas forças especiais. “Tinha sempre de transportar baterias enormes para abastecer os equipamentos porque ficava uma semana sem ir à base. Era precisa uma solução prática e móvel.”

Depois de ter obtido 2,6 milhões de euros de financiamento em ronda seed em 2017, a Tespack está à procura de mais investimento com uma série A de investimento.

50 000 mochilas depois, a empresa finlandesa está a tentar lançar novas soluções no mercado, como a Wheeler, a primeira mochila inteligente para bicicletas. Além de carregar telemóveis, esta mochila inclui um sistema para chamar serviços de emergência em caso de acidente e ainda uma tecnologia de caixa negra semelhante à utilizada na aviação, que guarda a informação recolhida durante a viagem e que pode ser utilizada em caso de acidente.

*Jornalista viajou a convite da agência de investimento da Letónia

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Estas mochilas usam o sol para carregar telemóveis em três horas