Turismo

Turistas consumiram mais em Portugal esta Páscoa

Foto: Gerardo Santos / Global Imagens
Foto: Gerardo Santos / Global Imagens

Espanhóis, franceses e britânicos foram os que mais compraram no país durante esta época. Consumo aumentou 30% face ao ano passado.

Os portugueses que viajaram na Páscoa para o estrangeiro efetuaram mais 16% de operações de pagamento face ao mesmo período de 2018, enquanto o consumo de turistas em Portugal aumentou 30%, divulgou a SIBS, entidade gestora do Multibanco, esta quarta-feira.

De acordo com a SIBS, entre 18 e 21 de abril 88% do consumo feito por portugueses no estrangeiro foi na Europa, destacando-se Espanha com 32,1%, seguida de França, com 19,5%, do Reino Unido com 6,6%, de Itália com 5,5% e da Holanda com 3,9%.

Quanto ao consumo dos estrangeiros em Portugal, aumentou 30% face à Páscoa de 2018 (período entre 29 de março e 01 de abril), sendo 85% efetuado por cidadãos europeus.

Os espanhóis surgem como os estrangeiros que mais compraram no país durante esta época, com uma quota de 23,4% do consumo estrangeiro, seguidos dos franceses (16,7%), dos britânicos (15,4%), dos alemães (5,9%) e dos norte-americanos (5,4%).

Estes dados foram divulgados pela SIBS no seu novo Portal de Indicadores de Consumo, que permite consultar mais de mil milhões de indicadores sobre o consumo em Portugal e complementa o novo serviço SIBS Analytics, um serviço de ‘business intelligence’ apresentado hoje que disponibiliza as estatísticas SIBS para estudos académicos ou para suporte à formulação de decisões de negócio empresariais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Turistas consumiram mais em Portugal esta Páscoa